Muralha e Wilson, do Coritiba, são sondados por clube da Série A

A Chapecoense tenta suprir a carência na posição devido lesão de Vagner e suspensão de João Ricardo

por Agência Futebol Interior

Chapecó, SC, 19 (AFI) – Com a lesão de Vagner, ex-Palmeiras, e com João Ricardo, ex-América-MG, suspenso, após ser flagrado em exame antidoping, a Chapecoense se viu obrigada a recorrer ao mercado em busca de um novo goleiro. A diretoria entrou em contato com o Coritiba para saber a possibilidade em uma negociação futura com Wilson, ídolo da equipe, e Muralha, ex-Flamengo. O clube paranaense, no entanto, já vetou qualquer possibilidade da dupla deixar o elenco nesse momento.

Recuperado de uma lesão no dedo, Wilson não quis nem mesmo escutar a proposta da Chapecoense. Identificado com o clube, o goleiro tem como meta recolocar o Coritiba na Série A do Brasileiro. Ele deve recuperar a posição de titular durante a Série B. Esse posto foi ocupado por Muralha, que também não vê com bons olhos uma mudança de equipe.

Muralha se vê em dívida com o Coritiba, time que lhe deu uma segunda chance no futebol brasileiro, após ser muito criticado durante sua passagem pelo Flamengo. Ele acabou sendo um dos destaques da equipe durante o Campeonato Paranaense.

Muralha é procurado pela Chapecoense - Divulgação/Coritiba
Muralha é procurado pela Chapecoense
Hoje o técnico Ney Franco conta apenas com Tiepo para a posição. Vagner havia sido contratado, mas acabou lesionando logo em sua estreia, durante a vitória, por 1 a 0, frente ao Corinthians, na Copa do Brasil.

FINAL
Para a decisão do Campeonato Catarinense, o técnico Ney Franco deve colocar em campo o mesmo time que eliminou o Figueirense e que vem tendo seguidas oportunidades sob o comando do treinador. A única dúvida é em cima de Aylon, um dos destaques contra o Corinthians.

“Estamos em uma sequência boa, no início do ano falaram que a gente não iria chegar, que não iríamos para a final do estadual e hoje a gente vê a equipe evoluindo. Temos muito para crescer e estamos trabalhando para isso”, disse Aylon

Ney Franco deve montar a Chape com: Tiepo; Eduardo, Gum, Douglas e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Elicarlos e Gustavo Campanharo; Victor Andrade, Everaldo e Rildo.