Goleiro da Chapecoense é acusado de agredir ex-namorada em Minas Gerais

A polícia segue a linha de investigação de um crime passional motivo pelo ciúmes

por Agência Futebol Interior

Espinosa, MG, 14 (AFI) – O goleiro da Chapecoense, Gilsivan Soares da Silva, é procurado pela polícia de Minas Gerais suspeito de agredir a ex-namorada na cidade de Espinosa, no interior do estado, nesta quinta-feira. Ele ainda teria furtado o celular da mulher e de outro rapaz, alegando que os dois tinham um relacionamento amoroso. O jogador estava de folga e viajou para sua cidade natal para tentar reatar o namoro, mas segue foragido até a publicação desta matéria.

Gilsivan Soares da Silva tem 34 anos e profissionalmente é conhecido como Ivan Soares. Fez cinco partidas com o time titular da Chapecoense: contra Marcílio Dias, Hercílio Luz, Brusque e duas vezes diante do Metropolitano, todos os jogos no Campeonato Catarinense. Além disso, ficou no banco de reservas em nove oportunidades, inclusive na Copa do Brasil contra o Mixto-MT. Até o fechamento da matéria o clube não se pronunciou sobre o caso.

Ivan Soares, goleiro da Chapecoense, estava de folga na sua cidade natal em Espinosa
Ivan Soares, goleiro da Chapecoense, estava de folga na sua cidade natal em Espinosa

O rapaz de 21 anos, que teve a sua identidade preservada, foi abordado pelo suspeito de carro. Ele estacionou ao lado da vítima e pediu o celular, ameaçando estar com uma arma de fogo no porta-luvas. Depois, foi até o salão de beleza em que a ex-namorada, de 30 anos, estava. Ele entrou no local e também levou o aparelho celular sob ameaças, mas precisou voltar ao estabelecimento ao perceber que não tinha a senha para acessar as informações.

A ex-namorada se recusou a revelar sua senha e os dois entraram em luta corporal dentro do salão de beleza. Gisilvan conseguiu imobilizar a vítima e colocou uma faca no seu pescoço, obrigando a desbloquear o celular. No confronto, a faca caiu com a ponta afiada no pé da mulher, que fraturou a falange proximal do pé esquerdo. A polícia segue a linha de investigação de um crime passional motivo pelo ciúmes.