Douglas acredita em zaga da Chape mais confiante após não ser furada pelo Atlético-MG

Desde a chegada do técnico Guto Ferreira, o jogo contra o Atlético-MG foi o único em que a defesa alviverde não foi vazada

por Agência Futebol Interior

Chapecó, SC, 08 (AFI) - Após a vitória do último sábado, contra o Atlético-MG, que tirou a Chapecoense do Z-4 do Campeonato Brasileiro, o grupo voltou ao trabalho na tarde desta segunda-feira. Enquanto os titulares da partida contra o Galo fizeram trabalho regenerativo, o restante do elenco foi a campo, no CT da Água Amarela, para treino tático.

Antes do início das atividades, o zagueiro Douglas falou sobre a importância dos três pontos. “Era uma partida que a gente sabia que necessitava muito da vitória, dos três pontos. A gente estava numa posição bem incomoda, então era um resultado fundamental para nós. A gente comemorou muito pela necessidade”, disse.

DEFESA FICANDO MAIS CONFIANTE
Outro fator bastante comemorado pelo atleta foi o fato de a equipe não ter sofrido gols. Desde a chegada do técnico Guto Ferreira, o jogo contra o Atlético-MG foi o único em que a defesa alviverde não foi vazada. Para Douglas, isso é determinante para a confiança do time.

“Era uma questão que estava incomodando muito a nós, jogadores, e principalmente ao Guto, porque desde a chegada dele em nenhum dos jogos a gente passou em branco. Então é muito importante a questão de vencer e de não sofrer gols, para aumentar, também, a confiança do nosso sistema defensivo. Acho que a gente precisava passar um jogo sem sofrer gols. O caminho tem que ser esse. A partir do momento que a gente tem uma defesa sólida, a nossa chance de vencer é maior” destacou.

Em coletiva, o zagueiro Douglas falou sobre a importância dos três pontos (Foto: Sirli Freitas/ACF)
Em coletiva, o zagueiro Douglas falou sobre a importância dos três pontos (Foto: Sirli Freitas/ACF)

DESFALQUES
Para a partida do próximo domingo, contra o Vitória, a Chape não poderá contar com Bruno Pacheco e Eduardo - que cumprem suspensão por ter recebido o terceiro cartão amarelo - e Elicarlos, que sofreu uma lesão de grau dois no reto femoral da coxa direita.

Diante das baixas, Douglas ressaltou que o momento é de união e de o grupo mostrar, mais uma vez, o seu potencial.

“Agora é o momento de mostrar a força do elenco. O Campeonato Brasileiro exige ter um elenco forte, porque a gente sabe que num campeonato longo vão acontecer lesões, cartões, casos como estamos passando agora… Então acho que é o momento de os jogadores que o Guto optar para jogar a próxima partida mostrarem o valor deles. E nós, como grupo, temos que passar confiança para esses jogadores. Nós sabemos que quem for escolhido vai dar conta do recado” afirmou.

PRÓXIMO ADVERSÁRIO
Por fim, Douglas afirmou que o foco da equipe já está voltado para a próxima rodada do Brasileirão e projetou o confronto direto contra o Vitória.

“Quando a gente enfrenta adversários que estão em cima na tabela o nível de concentração acaba sendo maior. Mas esses adversários que a gente está em briga direta, a gente tem que encarar da mesma forma. Encarar como uma final, como um jogo decisivo. Que a gente sabe que vai fazer diferença. A gente conseguindo vencer esses confrontos e deixando as outras equipes pra trás” finalizou.

 
 
" />