Sem Apodi, Gilson Kleina tem mexer no time titular da Chapecoense

O atacante Arthur recebeu o terceiro cartão amarelo e não viajou com o grupo para Belo Horizonte

por Agência Futebol Interior

Chapecó, SC, 12 (AFI) - Gilson Kleina tem problemas para escalar a Chapecoense no último jogo antes da parada para a Copa do Mundo. Titular absoluto da lateral direita, Apodi pediu para não atuar e deve ser negociado durante a janela de transferências internacionais. Além disso, o atacante Arthur recebeu o terceiro cartão amarelo e não viajou com o grupo para Belo Horizonte. Na quarta-feira, às 16 horas, o clube enfrenta o América-MG na Arena Independência.

As duas baixas mexem com o time titular da Chapecoense. Com 25 anos, Arthur é o artilheiro do clube no Campeonato Brasileiro, com quatro gols marcados. A sua ausência abre uma brecha no time titular. Naturalmente Gilson Kleina testaria outro atacante na posição, só que os reservas Vinícius e Guilherme sentiram um desconforto muscular e estão vetados pelos médicos. Com isso, Luiz Antônio entra no meio de campo.

Sem Apodi, Gilson Kleina tem mexer no time titular da Chapecoense
Sem Apodi, Gilson Kleina tem mexer no time titular da Chapecoense
Na lateral direita o problema é mais fácil de resolver. Mesmo criticado pela torcida, Apodi era um dos líderes do time dentro de campo. Destaque do clube em 2016, ele foi negociado com o Kuban Krasnodar, da Rússia, no final da temporada. Voltou para Chapecó após o acidente aéreo que vitimou 71 pessoas e participou da reformulação no clube. Participou da primeira Libertadores na história da agremiação e atuou no Camp Nou contra o Barcelona.

Sem Apodi, Gilson Kleina promove Eduardo para o time titular – ele já entrou na vitória por 2 a 0 contra o Cruzeiro no último final de semana. Com 13 pontos, a Chapecoense já afastou qualquer chance de passar a Copa do Mundo na zona de rebaixamento, mas ainda assim quer a vitória nesta 12ª rodada do Campeonato Brasileiro para ganhar tranquilidade.

A provável escalação da Chapecoense é: Jandrei; Eduardo, Rafael Thyere, Douglas e Bruno Pacheco; Elicarlos, Márcio Araújo, Luiz Antônio e Canteros; Wellington Paulista e Leandro Pereira. Técnico: Gilson Kleina.

 
 
" />