Chape vence julgamento em primeira instância sobre ‘Caso Pikachu’, do Vasco

O Verdão cobra R$ 250 mil do jogador por quebra de um pré-contrato em 2015

por Agência Futebol Interior

Chapecó, SC, 11 (AFI) – A Chapecoense cobra na Justiça um montante de R$ 250 mil de Yago Pikachu. O Verdão tinha um pré-contrato assinado com até então lateral do Paysandu para reforçar o elenco em 2016. No entanto, o jogador acabou sendo anunciado pelo Vasco da Gama, clube que defende até hoje. Em primeira instância, realizado em Chapecó, vitória da equipe catarinense.

O jurídico do Vasco da Gama recorreu à decisão do tribunal e aguarda agora o julgamento em segunda instância, que acontecerá em Florianópolis, para saber se precisará arcar com o valor pela quebra do pré-contrato por conta do jogador, uma vez que estava ciente sobre a situação quando o contratou

Yago Pikachu poderia estar jogando pela Chape
Yago Pikachu poderia estar jogando pela Chape
Yago Pikachu tem 26 anos e é o principal jogador do Vasco da Gama na luta para permanecer na elite do futebol brasileiro. Ele é o artilheiro do time com cinco gols.

O Vasco da Gama é o décimo colocado do Brasileirão, com 15 pontos, dois a mais do que a Chapecoense, que aparece na 14ª posição. O primeiro time dentro da zona de rebaixamento é o Atlético Paranaense, com nove.

 
 
" />