FCF nega encerrar Cearense em outra cidade: "Ideia constrangedora"

O presidente da entidade segue querendo reiniciar o torneio no próximo dia 6

por Agência Futebol Interior

Fortaleza, CE, 03 (AFI) - Com o veto do Governo do Ceará sobre reiniciar o Campeonato Cearense agora no início de julho, Fortaleza e Ceará, em conversa com a Federação, sugeriram encerrar o torneio em outro Estado, o que foi prontamente negado pelo presidente Mauro Carmélio.

"Me falaram desse desejo anteontem (quarta-feira). É inusitado. Temos mais seis clubes disputando o Cearense. Uma situação constrangedora, que teríamos condição de evitar com uma solução de antecipação da data de reinício do Estadual. Os clubes e locais de jogos estão prontos, com higienização, sanitização e testes PCR em todos os envolvidos (na operação de partidas), conforme comprometimento da FCF", declarou o presidente ao 'O Povo'.

Campeonato Cearense não tem data para ser reiniciado
Campeonato Cearense não tem data para ser reiniciado
"Teremos poucas datas para realizar duas competições - Nordestão e Cearense. Os nossos cinco representantes dos Brasileiros A, C e D devem estar aptos a competir em meados de agosto, conforme desejo da CBF e assim teremos que dar condições a todos os oito clubes (do Estadual) de disputar com tranquilidade e preparo as partidas finais do Cearense 2020 na sequência do Nordestão, que faltam também cinco datas", completou.

VETADO!
O Governador Camilo Santana negou qualquer possibilidade do futebol voltar no Estado no próximo dia 6. Ao falar sobre o assunto, afirmou que a ideia não passou nem cabeça sobre as tomadas de decisões em cima do coronavírus.