Clubes querem a volta do Cearense, mas Governo proíbe jogos até 20 de julho

FCF e clubes soltaram notas oficiais pedindo a volta do futebol cearense, mas Governo vetou

por Agência Futebol Interior

Fortaleza, CE, 06 (AFI) - O futebol brasileiro, aos poucos, dribla a pandemia do novo coronavírus e tenta voltar ao normal. Nem todos os estados, porém, estão no mesmo ritmo. Os clubes cearenses querem a volta da bola, mas o Governo do Estado bateu o pé e não pretende liberar antes de 20 de julho.

"Não há possibilidade. Está previsto para a última fase. Vamos avaliar até a última fase como vai se comportar até lá", disse Camilo Santana, Governador do Ceará ao Diário do Nordeste.

Fortaleza irá receber os últimos jogos do Campeonato Cearense. A ideia da Federação Cearense de Futebol (FCF) e dos clubes era voltar o Estadual de olho na Copa do Nordeste. Entidade e clubes, aliás, divulgaram notas oficiais pedindo a volta da competição.

Nada de futebol, por ora. (Foto: Divulgação)
Nada de futebol, por ora. (Foto: Divulgação)
FALA, FCF...

"A medida que o cenário melhora e conforme se apresenta atualmente nos relatórios das autoridades competentes, entendemos que a antecipação da data para o retorno do Campeonato Cearense de Futebol Série A-2020 é necessária, uma vez que os protocolos de treinos aplicados pelos clubes e arbitragem, também, têm se apresentado eficientes, controlados e extremamente positivos para avançarmos à próxima etapa", diz parte da nota oficial da entidade cearense.

"Reforçamos que os jogos oficiais, ainda que sem a presença de público, possibilitam a geração de receitas para os clubes e entidades envolvidas, uma vez que o futebol possui relações comerciais de patrocínio, apoio e parceria com empresas de diversos mercados da indústria", continua a FCF.

Clubes querem a volta do futebol. (Stephan Eilert / Ceará)
Clubes querem a volta do futebol. (Stephan Eilert / Ceará)
E OS CLUBES?

Os clubes também querem o futebol. Eles entendem que, o primeiro estado do Nordeste a liberar o futebol, sai na frente para receber os últimos jogos da Copa do Nordeste. Até mesmo por isso, Ceará, Ferroviário e Fortaleza divulgaram nota oficial a respeito.

Assim como a FCF, o trio apela para as receitas que podem entrar na economia do estado, paralisado por conta da pandemia do novo coronavírus. Os clubes ainda falam da liberação por parte da FCF, dos protocolos e até mesmo do entretenimento que o futebol causará na população.