TAÇA FARES LOPES: Caucaia vence Atlético, conquista título inédito e vai à Copa do Brasil

O Tricolor, que já tinha vencido o primeiro jogo final por 2 a 1 no Presidente Vargas, anotou 2 a 0 na finalíssima

por Rivail Oliveira

Fortaleza, CE, 02 (AFI) - A cidade de Caucaia está em festa! Pela primeira vez na história, o Caucaia jogará a Copa do Brasil, em 2020. Para isso, neste domingo, a Raposa Metropolitana venceu o Atlético Cearense por 2 a 0, gols de Ciel, no primeiro tempo, e Moré, no finalzinho do segundo tempo, e conquistou o inédito titulo da Taça Fares Lopes, no estádio Raimundo Oliveira, em casa.

O Tricolor já tinha vencido o primeiro jogo final por 2 a 1 no Presidente Vargas, e mais uma vez os comandados do técnico Oliveira Canindé, que está voltando ao Campinense-PB, fizeram uma grande partida. A vitória fecha o ciclo de 2019 com chave de ouro.

Foto: Kely Pereira
Foto: Kely Pereira
O Caucaia tinha ganho no meio do ano o Cearense da Série B e conquistado vaga pela primeira vez em sua história para a elite do futebol estadual. Com a vaga na Copa do Brasil o Caucaia, receberá líquidos R$ 500 mil, só de participação na primeira fase, podendo ainda enfrentar um dos grandes do futebol brasileiro.

Além disso, o clube conquistou o direito de fazer a também inédita final da Copa dos Campeões Cearenses no início do ano que vem, em jogo único, com o Fortaleza, provavelmente no Castelão.

C99 BRILHA DE NOVO
O primeiro tempo da final foi marcado pelo equilíbrio em Caucaia. Precisando ganhar para provocar os penais, o Atlético saiu para o jogo e logo a um minuto e aos três chegou com chute de Bruno Ocara. A Raposa respondeu aos oito com Lincoln, que pela direita chutou forte mas errou o alvo; no minuto seguinte o centroavante Isac, da Águia levou susto à meta de Léo. Aos 15, nova chegada da Águia, e Waldson chutou para fora

O Caucaia chegou a marcar aos 19 com Amaral, mas esse foi pilhado em impedimento; aos 29 minutos Olávio bateu falta com perigo para a meta da Raposa. O jogo estava equilibrado e tenso, mas aos 44, Siloe fez excelente cruzamento que achou Ciel, que só desviou e venceu o goleiro Carlão. O Atlético tentou responder aos 46 com Isac, mas o arremate não saiu perfeito.

FAÇA A FESTA, TORCEDOR!
O Caucaia passou a jogar no erro do Atlético, sempre marcando forte e saindo em velocidade pelos lados no contra-golpe. E foi criando chances de gol: aos dois minutos com Siloé, aos cinco com Jacaré; Isac quase empatou aos oito.

Aos 12 com Ciel de falta, aos 14 com Jacaré exigindo boa defesa de Carlão; aos 17 nova chance com Siloé, aos 19 com Ciel; aos 24 com Siloé e com Jacaré novamente aos 26 minutos. O Atlético saiu para o tudo ou nada então e os 30 Léo evitou gol certo de Olávio, e no minuto seguinte, outro susto para a torcida da casa em arremate de Isac.

No finalzinho do jogo, Thiaguinho perdeu um gol incrível, cara a cara com o goleiro Carlão. Aos 44 minutos, o centroavante Moré, que foi ovacionado pela torcida, não decepcionou, e mandou para as redes, fechando a vitória e o título e garantindo a vaga na Copa do Brasil de 2020.