Volante comemora adaptação rápida e projeta grande ano no Ceará

O volante Oliveira, contratado junto à Chapecoense, comentou sobre sua adaptação e projetou a temporada de 2021

por Agência Futebol Interior

Fortaleza, CE, 01 (AFI) - O Ceará segue passando por um processo de reformulação e dando boas respostas dentro de campo. Invicto na Copa do Nordeste, o Vozão quer realizar uma temporada superior ao ano passado e continuar fazendo história no cenário nacional. Há pouco mais de um mês no Ceará, o volante Oliveira, contratado junto à Chapecoense, comentou sobre sua adaptação e projetou a temporada de 2021.

"Minha adaptação foi a melhor possível. Sabia, por meio de algumas pessoas em comum, que o grupo era muito bom. Quando cheguei não tive nenhuma surpresa. É realmente um grupo de pessoas do bem e muito acolhedor. Todo mundo me recebeu bem e, querendo ou não, isso facilita no dia a dia de trabalho. Acaba nos deixando mais tranquilo para colocar em prática tudo aquilo que me trouxe até aqui", afirmou o volante.
Foto: Felipe Santos / Ceará
Foto: Felipe Santos / Ceará
FORÇA DO GRUPO

O volante enfatizou que a força do grupo será preponderante para as ambições do clube na temporada, além disso pontuou sobre a história que o Vozão vem construindo.

"Minhas expectativas são as melhores possíveis. Acho que antes do jogador pensar na expectativa e no que quer individualmente, tem que pensar primeiro no grupo porque ninguém ganha nada sozinho. E, pelo que encontrei aqui no dia a dia, meu pensamento está bem alinhado com os demais. Espero fazer um grande ano com o Ceará e continuar construindo a história que estão fazendo há alguns anos", explicou.

CONTRATAÇÕES

Por fim, Oliveira falou sobre as contratações e o pensamento que os novos contratados chegaram ao clube. Segundo o atleta, os reforços chegam com a missão de fortalecer ainda mais o elenco do alvinegro.

"Todo mundo que chegou nesta temporada chegou para somar e agregar. É um grupo honesto, trabalhador, com muita qualidade e que tem fome de vencer. Incluo todos aqueles que chegaram e acredito que se continuarmos com esse pensamento vai dar certo", finalizou.