Presidente do Ceará admite possibilidade de perder destaque

A torcida vem pedindo a permanência do meia Vina, mas Robinson de Castro disse que é uma negociação "muito difícil"

por Agência Futebol Interior

Fortaleza, CE, 12 (AFI) - Principal jogador na boa campanha realizada pelo Ceará no Campeonato Brasileiro, o meia Vina está com o futuro indefinido. O presidente Robinson de Castro, inclusive, admite a possibilidade de perdê-lo para a temporada 2021.

"Eu quero muito que ele fique, mas é uma negociação muito difícil. A repercussão nacional dele, deixa a negociação mais difícil. Mas por mim, ele fica", disse o mandatário alvinegro ao O POVO.

Vina é o grande destaque do Ceará (Foto: Divulgação/Ceará)
Vina é o grande destaque do Ceará (Foto: Divulgação/Ceará)
Vina tem vínculo com o Ceará até dezembro de 2021 e a partir de junho pode assinar um pré-contrato com qualquer outro clube. Hoje, a multa rescisória é de 1,1 milhão de euros.

"Não recebi (proposta) nem daqui e nem de fora. Não sei se o agente dele recebeu algo, mas não chegou nenhuma proposta para mim", garantiu Robinson de Castro.

Vina tem 29 anos e chegou ao Ceará no início de 2020. São 50 partidas, 19 gols e 15 assistências com a camisa alvinegra até aqui.

PARÁ FALA DA IMPORTÂNCIA DO JOGO CONTRA O BOCA JUNIORS

Espaço incorporado por HTML (embed)