Relembre a quase virada do Ceará na Copa do Brasil; artilheiro retorna ao time

Nesta quarta-feira o Vovô terá o desafio de reverter mais um 3 a 0 sofrido no primeiro jogo

por Agência Futebol Interior

Fortaleza, CE, 17 (AFI) - O Ceará vive uma situação muito complicada na Copa do Brasil. A equipe perdeu para o Palmeiras o primeiro jogo das quartas de final por 3 a 0 e busca reverter placar na próxima quarta-feira. Apesar da dificuldade, o Vozão já passou por isso na competição e só não passou de fase por causa do aproveitamento nos pênaltis.

POR POUCO

Em 2013, o Ceará foi até Arapiraca enfrentar o Asa e saiu de lá com uma derrota, por 3 a 0. No jogo da volta, jogando no estádio Presidente Vargas, a equipe cearense teve uma postura muito diferente e conseguiu devolver o placar da primeira partida, levando o confronto para os pênaltis.

A partida já começou favorável quando Rafael Vaz, aos oito minutos, balançou a rede pela primeira vez e aos 32, Pingo, que havia entrado no lugar Elber, no meio da primeira etapa, aumentou a vantagem para 2 a 0. No segundo tempo, aos 21, Mota fechou o placar em 3 a 0.

Elenco do Ceará reunido em campo. Foto: divulgação/ Ceará
Elenco do Ceará reunido em campo. Foto: divulgação/ Ceará

Com a soma dos placares empatada, o confronto foi para os pênaltis e dois jogadores que tinham tudo para saírem como heróis, terminaram como vilões. Os times vinham acertando as cobranças, até que Tiago Graça parou nas mãos de Fernando Henrique, goleiro do Ceará.

Quando a disputa estava 3 a 2 para o Vovô, o meia Pingo, autor de um dos gols foi para cobrança e isolou. O Asa, que batia primeiro, não desperdiçou nem o 4º e 5º pênalti e ficou nos pés de Rafael Vaz, outro responsável por um dos tentos cearenses na partida. O zagueiro bateu e parou em Gilson, acabando com o enredo que vinha sendo favorável para o Ceará.

VOLTA

O Ceará busca virada histórica contra o Palmeiras nesta quarta-feira (18), as 19h no Castelão. O time cearense precisa reverter o placar de 3 a 0 sofrido no jogo de ida no Allianz Parque. Para isso tem a volta do seu principal jogador, Vina, que se recuperou após testar positivo para Covid-19 e deve ficar a disposição do técnico Guto Ferreira.

Sendo assim, a provável escalação do Vozão conta com: Fernando Prass; Samuel Xavier, Luiz Otávio, Tiago Pagnussat, Bruno Pacheco; Charles, Fabinho; Fernando Sobral, Felipe Silva (Vina), Léo Chú; Felipe Vizeu.