Luto! Pai de atacante de time do Brasileirão morre vítima de Covid-19

Pedro Julião Azevedo, pai de Juninho Quixadá, do Ceará, faleceu na noite desta segunda-feira (11)

por Agência Futebol Interior

Fortaleza, CE, 12 (AFI) - Uma notícia triste abalou o elenco do Ceará na manhã desta terça-feira (11). Isso porque, o pai do atacante Juninho Quixadá, Pedro Julião Azevedo faleceu na noite de segunda-feira, vítima do Covid-19.

Aos 64 anos, Pedro estava internado a mais de uma semana na UTI do Hospital Regional do Sertão Central, em Quixeramobim, próximo a Quixadá, cidade onde morava. Ele fazia parte do grupo de risco, já que tinha diabetes, e não resistiu ao novo coronavírus.

Pedro Julião Azevedo, pai de Juninho Quixadá, do Ceará, faleceu na noite desta segunda-feira (11)
Pedro Julião Azevedo, pai de Juninho Quixadá, do Ceará, faleceu na noite desta segunda-feira (11)
O pai de Juninho Quixadá é a terceira vítima do Covid-19 na cidade de Quixadá. Em suas redes sociais, o atacante fez uma homenagem ao pai, em um vídeo postado nas redes sociais, que mostra a relação descontraída entre os dois. Ele foi recebido com diversas mensagens de carinho e apoio de amigos e torcedores.

"Minhas férias nunca mais serão as mesmas! Que Deus lhe receba de braços abertos, meu pai", compartilhou.

CARREIRA
Juninho Quixadá está no Ceará desde 2018, após se destacar no Ferroviário, durante o estadual daquele ano. Antes disso, ele atuou por sete temporadas no Ludogorets-BUL, onde marcou época, tanto que chegou a se naturalizar búlgaro, mas não chegou a defender a seleção local.