Paciência? Adilson Batista pede calma após Ceará entrar na zona da degola

Na noite da última quarta-feira, o Vozão perdeu para o Grêmio por 2 a 1

por Agência Futebol Interior

Fortaleza, CE, 10 (AFI) - Adilson Batista saiu da Arena do Grêmio pedindo paciência aos torcedores após nova derrota do Ceará, desta vez por 2 a 1, no Campeonato Brasileiro. O resultado colocou o Vozão na zona de rebaixamento e ligou o sinal de alerta para a reta final do torneio. Paciência dificilmente a equipe terá com a aproximação da degola.

"Aqui é uma sequência, não podemos se radical. Mantivemos as linhas. Mudamos pouco. Tive dois dias para o Goiás e um dia para o Grêmio. Não é da noite para o dia que você acaba mudando. Precisamos ter paciência e entender isso", afirmou o treinador.

Adilson Batista ainda pediu calma para o time encarar de frente o confronto direto na luta contra o rebaixamento diante do Avaí, marcado para este domingo, às 16h, na Arena Castelão.

Adilson Batista pediu calma ao Ceará - Israel Simonton
Adilson Batista pediu calma ao Ceará
"Vamos continuar trabalhando e continuar mostrando. Passar tranquilidade. Pressão faz parte do futebol, não merecíamos ter perdido o jogo contra o Goiás. Agora é passar calma para tentar vencer o Avaí e sair dessa situação", completou.

SITUAÇÃO

Com a derrota contra o Grêmio, o Ceará caiu para a 17ª colocação, com 23 pontos, dois do CSA, primeiro time fora da degola.