Executivo do Ceará sobre a zona de rebaixamento: “Não voltar vai ser mais difícil”

Ele falou sobre necessidade do reunir esforços para as “11 finais” do Ceará no Brasileiro

por Agência Futebol Interior

Fortaleza, CE, 08 (AFI) – Após 22 rodadas convivendo na parte de baixo na tabela do Campeonato Brasileiro, o Ceará pôde, enfim, comemorar a saída da zona de rebaixamento após vitória sobre a Chapecoense por 2 a 1 na 27ª rodada da competição. Visivelmente melhorado sob os comandos do técnico Lisca, o Vovô é outro time no período de pós-Copa do Mundo.

Encerrado o Mundial na Rússia, o Ceará mandou três jogos na Arena Castelão e conquistou 100% de aproveitamento. Além dos três pontos contra a Chape, o Ceará derrotou também Corinthians e Vitória, marcando sete gols e sofrendo apenas um. Antes da Copa, foram cinco partidas na Arena, mas com três derrotas e dois empates.

Em entrevista coletiva à imprensa, Marcelo Segurado, executivo de futebol do Alvinegro, comentou sobre a necessidade de reunir todos os esforços possíveis nessa reta final de competição, uma vez que, segundo o dirigente, permanecer fora da zona de descenso não será tarefa fácil. Ainda restam 11 partidas para o Ceará disputar, sendo cinco em casa e seis longe dos seus domínios.

Executivo do Ceará sobre a zona de rebaixamento: “Não voltar vai ser mais difícil”. Foto: Lucas Moraes/cearasc.com
Executivo do Ceará sobre a zona de rebaixamento: “Não voltar vai ser mais difícil”. Foto: Lucas Moraes/cearasc.com
“Temos um grupo muito fechado e unido. E isso tem nos ajudado nessa recuperação no Brasileirão. Sabemos do compromisso de todo o elenco. Saímos da zona (de rebaixamento), mas temos convicção de que ainda falta muita coisa. O trabalho para não voltar mais para o Z-4 será ainda mais difícil. Temos 11 finais pela frente. Tenham certeza que vamos trabalhar triplicado para garantir a permanência”, assegurou Segurado.

Com 30 pontos na tabela, a estimativa é de que o Alvinegro precise conquistar ainda mais 15 pontos dos 33 em disputa. O próximo compromisso do Ceará pelo Brasileirão é contra o Botafogo, no dia 15 de outubro, às 20 horas, no Castelão. Com a ausência de Luiz Otávio, suspenso, Eduardo Brock fará dupla de zaga com Tiago Alves. Por motivos contratuais, Leandro Carvalho e Arnaldo também não enfrentam os cariocas. Nesta semana, Felipe Azevedo treinou entre os titulares e deve ser a opção de Lisca para recompor o ataque.

 
 
" />