Ceará 2 x 0 Vasco - A pipa do Vovô ainda pode subir e cariocas só conseguem chegar a mais um vice

Em jogo com poucas chances, nordestinos superam os cruz-maltinos, chegam aos 54 pontos e ainda sonham com o acesso à série A

por Agência Futebol Interior

Fortaleza, CE, 15 (AFI) - Na briga direta pelo G4, O Ceará recebeu o Vasco, neste sábado, no Castelão, em Fortaleza, pela 35ª rodada da série B do Campeonato Brasileiro. Mesmo após cinco jogos sem vencer, o Vovô fez valer o mando de campo e, com o apoio da torcida, fez 2 a 0 e manteve vivo o sonho do acesso.

Com a derrota, e a vitória do Joinville em cima da Ponte Preta, o time carioca não pode mais alcançar o título da competição, somente o vice-campeonato, para aumentar ainda mais a crise e as gozações dos rivais.

O JOGO

Como era de se esperar, a partida começou muito truncada no meio campo, com os dois times tentando trocar passes, mas não obtendo sucesso. O Vasco, que não estava pressionado pelo resultado, segurava mais o jogo e apostava na categoria e na armação de Douglas.

A primeira boa chance do jogo saiu somente aos nove minutos, quando Samuel Xavier tabelou e entrou na área, mas se desequilibrou na hora do chuta e acabou mandando a bola para fora. O calor escaldante de Fortaleza atrapalhava a partida, nitidamente os jogadores estavam cansados e se movimentavam pouco em campo.

Com o Vasco tímido em campo, o Ceará foi ganhando forças com o incentivo de sua apaixonada torcida. Melhor em campo, o Vovô abriu o placar aos 31 minutos. Diego Ivo pegou uma bola espirrada pelo lado esquerdo da área vascaína e bateu forte, sem chances para Martín Silva. Embalado pelo resultado positivo, não demorou para o Ceará ampliar. Aos 36 minutos, Ricardinho bateu falta com muito efeito, a bola desviou e enganou Martín Silva. Um golaço do meia.

Ceará derrota Vasco e ainda sonha com Séria A
Ceará derrota Vasco e ainda sonha com Séria A

O Vasco tentava sair, mas definitivamente a estratégia de Joel Santana de entrar com três zagueiros deixou o time perdido e desentrosado. O primeiro tempo terminou com o time do Ceará segurando o resultado, sem pressa.

O VOVÔ SABE DAS COISAS...

O segundo tempo começou idêntico ao primeiro, sem muita movimentação e pouca criatividade por parte dos dois times. Precisando correr atrás do resultado, o Vasco começou a arriscar mais, porém a defesa do Ceará estava bem postada e dificultava a vida cruz-maltina.

Nos contra-ataques, o time nordestino era mais perigoso. Aos 16 minutos, Ricardinho deu belo passe para Bill, na cara do gol. Atacante tentou fazer bonito e encobrir Martín Silva, mas a bola foi para fora.

Em mais um rápido contra-ataque, o Ceará quase fez o terceiro com Magno Alves. Aos 24 minutos, atacante recebeu pelo lado direito e bateu forte. A bola passou com muito perigo.

A melhor chance dos vascaínos veio em uma bola parada. Após cobrança de escanteio, aos 32 minutos, Rodrigo subiu e desviou com perigo, mas a bola foi para fora. Foi a última grande chance do jogo.

Com o empate, o Vovô chegou aos 54 pontos e ainda mantém vivo o sonho do acesso. Na próxima rodada, o Ceará encara o ABC, em Natal, enquanto o Vasco recebe o já rebaixado Vila Nova, em São Januário. As duas partidas serão na terça-feira, às 21h50.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
35ª rodada
Data
15/11/2014
Horário
16h20
Local
Arena Castelão - Fortaleza (CE)
Árbitro
Fabricio Neves Correa (RS)

Renda
R$ 516.041,00
Assistentes
Rafael da Silva Alves (RS) e Lucio Beiersdorf Flor (RS)

Público
30.256 pagantes
Cartões Amarelos
Ceará-CE: Sandro
Vasco da Gama-RJ: Diego Renan, Aranda

Gols
Ceará-CE: Diego Ivo 31' 1T, Ricardinho 36' 1T
Ceará-CE
Luís Carlos;
Samuel Xavier, Sandro, Diego Ivo e Vicente;
João Marcos, Michel (Éverton) e Ricardinho;
Assisinho (Felipe Amorim), Bill (Lulinha) e Magno Alves.
Técnico: Paulo César Gusmão
Vasco da Gama-RJ
Martín Silva;
Carlos Cesar, Luan, Rodrigo e Anderson Salles (Rafael Silva);
Aranda, Guiñazu, Douglas (Edmílson), Maxi Rodríguez (Montoya) e Diego Renan;
Kléber.
Técnico: Joel Santana
 
 
" />