Segundona: 'Já ficamos sem comida', respondem jogadores do Catanduvense

Bruxa afirma que irá desistir das disputas, mas Federação Paulista de Futebol (FPF) ainda não confirmou a informação

por Agência Futebol Interior

Catanduva, SP, 04 (AFI) - A situação do Catanduvense na Segundona Paulista é cada vez mais delicada. Depois de o clube emitir uma nota oficial afirmando que desistiria da disputa, o elenco também se manifestou em conjunto e rebateu a diretoria. As palavras foram duras, tanto que os jogadores afirmam que 'ficamos sem comida'.

Por enquanto, a Bruxa, porém, segue oficialmente como um participante da competição. No site oficial da Federação Paulista de Futebol (FPF), a previsão é que o representante de Catanduva receba o Guarulhos, sexta-feira, às 20h, no estádio Municipal Silvio Salles.

No momento, o Catanduvense está na lanterna do Grupo 14, com um ponto, três abaixo do Fernandópolis, enquanto o São José divide a liderança com os guarulhenses, com cinco. Os dois melhores de cada chave avançam às quartas de final.

Foto: Divulgação - Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
CONFIRA A NOTA OFICIAL DO ELENCO
"Nós jogadores do Grêmio, viemos através desta esclarecer a nota que foi postada no Facebook oficial do Grêmio Catanduvense onde a diretoria afirma que o clube está desistindo de participar do campeonato paulista!

Onde nós jogadores já ficamos sem comida. Sem receber salários por 3 meses e mesmo assim classificamos o Grêmio para 2 e 3 fase do campeonato.

Para as pessoas que falam e comentam no Facebook, isso tudo o que eles escreveram é uma MENTIRA, a única verdade que existe ali e que eles de fato não tem dinheiro para nos pagar, para pagar nossas despesas de viagens, pagar nossas refeições (COMO JÁ FICAMOS SEM COMIDA) e o diretor não nos deu nenhum retorno e ficamos sem comida!

Para os que não sabem, muitas vezes ficamos sem campo de treinamento, sem nenhuma condição e mesmo assim chegamos na terceira fase e queríamos continuar mesmo sem receber e o presidente foi na nossa casa e disse para todos os jogadores que estavam lá para irmos embora porque eles não teriam condições de continuar, sendo que ele (presidente) e o diretor tiveram uma briga onde o diretor se desligou da agremiação!

NÓS JOGADORES EM NENHUM MOMENTO quisemos ir embora!

Ficamos tristes e esperamos que um dia o Grêmio volte a ter pessoas sérias e que não enganem vocês que torcem de verdade para o Grêmio".