Jogadores do Sub 15 e do Sub 17 podem aparecer no time principal do Catanduvense

O Bruxo encontra-se em má fase, mas soube aproveitar os seus atletas da base

por Oscar Silva -

Catanduva, SP, 10 (AFI) - O Catanduvense, que amargou nesta temporada seu rebaixamento para a Segunda Divisão na próxima temporada, sem apoio de empresários, poder público e, principalmente do comércio, conseguiu graças a pessoa do Sr. Arino Rodrigues Alves, que conta com auxiliar Walter Alves Cardoso, disputar os campeonatos menores da Federação Paulista de Futebol, como o Sub-15 e Sub-17. Não fez boa campanha, mas conseguiu destacar alguns atletas que em breve poderão transferir-se para clubes com grandes estrutura no cenário paulista e brasileiro.

No último sábado, a garotada do Catanduvense encerrou-se a sua participação no Sub-15 e Sub-17. No Sub-15, conseguiu empatar dentro de Novo Horizonte, no Quirinão, 2 a 2, contra o Novorizontino, que tem uma estrutura fantástica por ser um clube da elite do futebol paulista. O que tem no Tigrão, o mesmo não acontece com o time da Vila Souto. Antes, contra a Ferroviária, outra agremiação do Paulistão, os meninos do GEC, fizeram um bom jogo na qual ficaram em outro empate, 1 a 1. Na verdade, as duas últimas apresentações foram sem dúvida nenhuma de grande valia. Crédito - Fotos: Muller Merlotto Silva.

DESTAQUES
No Sub-15, alguns atletas se destacaram como por exemplo o lateral-direito Chumbinho, o atacante Brunão, o meia Jhon, além do volante Pedro Henrique,este chegou na reta final da competição e foi titular da posição nos últimos cinco jogos restantes demonstrando muita qualidade e acima de tudo um potencial muito grande. Apesar da idade do atleta, a tendência é o jogador se expandir ainda mais na sequência da carreira. No Sub-17, os atacantes Romarinho e Ed Carlos, deixaram ótima impressão dentro de campo durante o torneio.

"Agradeço, a oportunidade que o Catanduvense me deu, em especial a pessoa do Arino, que é um verdadeiro herói ao tocar uma categoria de base sem apoio de ninguém. Tentamos fazer o melhor, mas infelizmente não conseguimos. No entanto, em nenhum momento faltou empenho, garra e determinação em campo do grupo", disse Pedro Henrique.

No empate frente ao Novorizontino, o Catanduvense foi a campo com a seguinte formação: Yan; Chumbinho, Lucas Cruz, Matheus e João Soares; Pedro Henrique (João Brasil), Gabriel Nascimento, Jhon e Lucas Marcelo; Brunão e Brendow.

Jogadores do Catanduvense tentam subir ao profissional
Jogadores do Catanduvense tentam subir ao profissional
aaa