Botafogo x Boavista - Fogão usa 'força máxima' para começar bem a dura temporada

Rebaixado recentemente para a Série B do Brasileiro, o clube pretende fazer do estadual um laboratório para o acesso

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 2 (AFI) - O Botafogo começa a viver uma temporada atípica, nesta quarta-feira, quando estreia na Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca, diante do Boavista. O jogo começa às 18 horas, no estádio Nilton Santos, o Engenhão, com portões fechados devido a pandemia.

Rebaixado recentemente para a Série B do Brasileiro, o clube pretende fazer do estadual uma espécie de laboratório para brigar pelo acesso à elite nacional a partir de maio.

Um dos reforços do Botafogo para a temporada é o técnico Marcelo Chamusca, um especialista na formação de times para as disputas da Série B do Brasileiro. Em 2020 ele montou o Cuiabá, um dos clubes que ascenderam à elite em 2021.

GRANDE DESAFIO

Chamusca é a grande esperança do Botafogo-RJ
Chamusca é a grande esperança do Botafogo-RJ


Mas o desafio, agora, é montar um time competitivo e barato.

“Cheguei sabendo da situação financeira do clube, mas acreditando que poderemos atingir nosso objetivo com muito trabalho” – diz Chamusca.

Por enquanto, os reforços foram modestos como o atacante Ronald, do Botafogo-SP e que foi rebaixado à Série C, e do meia Pedro Castro do Avaí.

OS 'REFORÇOS'
Nesta terça-feira chegou ao clube o meia Matheus Frizzo, emprestado pelo Grêmio, e o técnico sonha com os atacantes Marcinho, do Goiás e que estava no Cuiabá, e com o experiente Wellington Paulista, artilheiro pelo Fortaleza. Por enquanto, o goleiro Douglas Borges, ex-Volta Redonda, já treina com o elenco.

A disposição de Chamusca é escalar o que tem de melhor em mãos, ao contrário dos outros grandes – Flamengo, Fluminense e Vasco - que deram folga aos seus principais jogadores. Sem Diego Cavalieri, ainda machucado, Diego Loureiro segue no gol.

RONALD É APRESENTADO COMO ESPERANÇA DO BOTAFOGO

COBIÇADOS VÃO JOGAR
O zagueiro Kanu está escalado depois de não dar certo sua ida para o São Paulo. Ele atuará do lado de Marcelo Benevenuto.

Cobiçado por vários clubes, o atacante Matheus Babi está confirmado no comando de ataque, bem como o volante Caio Alexandre que não teve definida sua ida aos Estados Unidos. A novidade no ataque deve ser Ênio, artilheiro do sub-20, e que ainda busca seu primeiro gol com a camisa do time principal.

BOAVISTA MANTÉM RECEITA
O Boavista foi bem em 2020 na Taça Guanabara, chegando à final diante do Flamengo e perdendo, por 2 a 1, de virada. Ficou contente com o vice-campeonato. Uma das novidades do time estará no banco de reservas: é o técnico Leandro Miranda, o Leandrão, ex-atacante do Vasco, Botafogo-RJ e Internacional entre tantos outros clubes.

Leandrão: aposta no trabalho
Leandrão: aposta no trabalho

Aos 38 anos, Leandrão estreia dirigindo um time profissional depois de atuar ano passado como auxiliar de Paulo Bonamigo, atualmente no Remo.

“Foram 45 dias de trabalho muito produtivo, sem nenhum problema de lesão. Mantivemos a mesma base do ano passado e estou muito esperançoso de fazermos uma boa campanha” – comentou o ‘professor’ estreante.

MISTURA BOA
Ele já avisou que vai manter a fórmula de mesclar jovens da base com alguns jogadores experientes como os volantes Fernando Bob e Jucilei.

“Estes jogadores mais canchados devem passar aos jovens aquela tranquilidade necessária para enfrentar qualquer adversário” – concluiu Leandrão.

Ficha Técnica

Fase
Taça Guanabara
Rodada
1ª rodada
Data
03/03/2021
Horário
18h00
Local
Engenhão - Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro
Paulo Renato Moreira da Silva Coelho

Assistentes
Daniel do Espírito Santo Parro e Wallace Muller Barros Santos

Cartões Amarelos
Boavista: Fernando Bob, Caio Felipe

Botafogo
Diego Loureiro;
Kevin, Marcelo Benevenuto, Kanu e Hugo;
Luiz Otávio (Matheus Nascimento), Rickson (José Welison) e Bruno Nazário;
Ênio (Ronald), Matheus Babi (Rafael Navarro) e Warley (Cesinha).
Técnico: Marcelo Chamusca
Boavista
Klever;
Gabriel Cassimiro, Gustavo Geladeira (Vitão), Elivelton e Jean;
Jucilei, Fernando Bob, Caio Felipe (Wisney), Ralph (Luis Felipe) e Erick Flores;
Vitor Feijão.
Técnico: Leandrão Miranda