Filho de Fabrício Queiroz é volante e fez 2 jogos por modesto time do RJ

Felipe Queiroz deixou o clube do Sampaio Corrêa-RJ em 2019, após disputa do Carioca Sub-20

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 25 (AFI) - A prisão de Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), ficou conhecida por todo o Brasil. Ele, encontrado em uma casa na cidade de Atibaia, interior de São Paulo, pela Polícia Civil, está sendo investigado por participação em esquema de 'rachadinha' na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

Mas o que poucos sabem é que Fabrício Queiroz está ligado ao futebol brasileiro através de seu filho Felipe Aguiar de Queiroz. O ex-assessor de Flávio Bolsonaro, inclusive, teria feito o trajeto Atibaia/Saquarema em duas oportunidades para assistir o filho com a camisa do Sampaio Corrêa.

Queiroz ao lado se seu filho, Felipe, em 2014. Foto: Reprodução/Instagram
Queiroz ao lado se seu filho, Felipe, em 2014. Foto: Reprodução/Instagram

O garoto, de 20 anos, disputou a Série B1 do Campeonato Carioca sub-20, vulgo Segunda Divisão do Estado pelo modesto clube de Saquerema. Curiosamente, no ano passado, o volante entrou em campo em apenas duas oportunidades, o mesmo número de vezes que, supostamente, Queiroz teria ido até a cidade. No entanto, um desses jogos foi em Nova Friburgo.

O Sampaio Corrêa fez 17 jogos no Campeonato Carioca Sub-20. Desses, Felipe ficou no banco de reservas em 13 e apenas em dois chegou a entrar em campo durante as partidas. Nos outros quatro, não foi sequer relacionado.

O clube de Saquarema iniciou o torneio com o técnico Wescley Pina Gonçalves, ex-zagueiro de Ceará, XV de Piracicaba, Vasco da Gama, Náutico, dentre outros, mas Felipe foi ter oportunidades apenas quando o, hoje, coordenador técnico da base, Iderlon de Oliveira assumiu o papel de treinador.

Os dois jogos de Felipe Queiroz foram na Taça Corcovado. Entrou aos 18 minutos do segundo tempo na vitória diante do Friburguense, pela primeira rodada, por 4 a 0. Depois foi só participar de um jogo na rodada final, no empate sem gols frente ao Duque de Caxias.

PASSAGEM PELO SAMPAIO CORRÊA
Felipe, que era visto constantemente nas redes sociais com a camisa do Flamengo - seu pai é vascaíno - começou a carreira de jogador no society carioca. Defendeu o Ressaca em 2017, na sexta divisão do Metropolitano. Fez um gol, deu uma assistência e ainda levou um cartão amarelo e um vermelho.

Do society foi para o campo e acabou reforçando as categorias de base do Sampaio Corrêa para a disputa do carioca sub-20. O atleta acabou, após uma avaliação, sendo liberado para procurar outro clube.

VISÃO DOS TREINADORES
"O atleta Felipe Queiroz foi avaliado e aprovado para integrar a equipe sub 20 do Sampaio Corrêa em 2019. Ele jogava na posição de primeiro volante, com uma boa marcação e saída de jogo. No final do ano passado, assim que terminou o campeonato carioca, todos os atletas passaram por uma reavaliação técnica de desenvolvimento durante o período que estiveram integrados ao elenco sub 20. Dentro desses requisitos da reavaliação, o referido atleta não teve um bom aproveitamento para integrar a equipe profissional no ano de 2020, sendo assim dispensado, assim como os demais jogadores. O clube deu livre arbítrio para seguirem a carreira deles", falou o coordenador da base Iderlon Oliveira, em entrevista exclusiva ao Portal Futebol Interior.

Outro treinador que trabalhou com Felipe, Wescley Pina afirmou, ao FI, que "não fala sobre nenhum atleta específico. De volta ao comando técnico do Sub-20 do Sampaio Corrêa, o ex-defensor está cursando bacharelado de educação física e tirando a licença B da CBF Academy.

Sampaio é um modesto time de Saquarema. Foto: Yan Aguiar/FutRio.net
Sampaio é um modesto time de Saquarema. Foto: Yan Aguiar/FutRio.net

Felipe entrou em campo nos jogos:

Friburguense 0 x 4 Sampaio Corrêa (04/08) - Estádio Eduardo Guinle - 1ª rodada da Taça Corcovado.

Sampaio Corrêa 0 x 0 Duque de Caxias (08/09) - Estádio Lourival Gomes - 10ª rodada da Taça Corcovado.

Felipe foi reserva e não entrou em campo nos jogos:

Sampaio Corrêa 2 x 2 Artsul (08/06) - Estádio Lourival Gomes - 3ª rodada da Taça Santos Dumont.

São Gonçalo 0 x 2 Sampaio Corrêa (12/06) - Estádio Alzirão - 5ª rodada da Taça Santos Dumont.

Angra dos Reis 3 x 2 Sampaio (07/07) - Estádio Jair Toscano - 7ª rodada da Taça Santos Dumont.

Sampaio Corrêa 1 x 1 Audax (13/07) - Estádio Lourival Gomes - 8ª rodada da Taça Santos Dumont.

Olaria 3 x 1Sampaio Corrêa (20/07) - Estádio Bariri - 9ª rodada da Taça Santos Dumont.

Tigres do Brasil 1 x 1 Sampaio Corrêa (17/08) - CT Tigres - 3ª rodada da Taça Corcovado.

Sampaio Corrêa 6 x 0 Itaboraí (14/08) - Estádio Lourival Gomes - 4ª rodada da Taça Corcovado.

Barra da Tijuca 1 x 1 Sampaio Corrêa (30/08) - Estádio Clube Adolpho Bloch - 5ª rodada da Taça Corcovado.

Sampaio Corrêa 0 x 0 Serra Macaense (04/09) - Estádio Lourival Gomes - 6ª rodada da Taça Corcovado.

Sampaio Corrêa 1 x 1 Campos (11/09) - Estádio Lourival Gomes - 8ª rodada da Taça Corcovado.

Felipe não foi relacionado nos jogos:

Nova Cidade 1 x 4 Sampaio Corrêa (15/06) - Estádio Joaquim A Gomes - 4ª rodada da Taça Santos Dumont.

Sampaio Corrêa 4 x 3 Gonçalense (29/06) - Estádio Lourival Gomes - 6ª rodada da Taça Santos Dumont.

Sampaio Corrêa 2 x 0 Bonsucesso (11/08) - Estádio Lourival Gomes - 2ª rodada da Taça Corcovado.

Serrano 0 x 0 Sampaio Corrêa (15/09) - Estádio Atílio Marotti - 9ª rodada da Taça Corcovado.

CAMPEONATO CARIOCA SUB 20
O Sampaio Corrêa foi 4º do Grupo A da Taça Santos Dumont, com 11 pontos, atrás de Angra dos Reis e Olaria, com 16 e Audax Rio, com 15. Barra da Tijuca, do Grupo B, foi campeão em final contra Angra.

Na Taça Corcovado, o Sampaio Corrêa foi 4º colocado do Grupo A, com 15 pontos, atrás de Olaria, 21, Artsul, 19, Audax 17. Olaria foi campeão ao bater o Serrano, do Grupo B na decisão.

Nas finais, o Audax bateu o Barra, na semifinal e, depois, o Olaria na decisão para ficar com o titulo do carioca B1 Sub-20.