Ex-time de filho de Fabrício Queiroz tem como meta chegar na elite carioca

Felipe deixou o Sampaio Corrêa logo após o final do Campeonato Carioca Sub-20

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 26 (AFI) - O Sampaio Corrêa, ex-clube de Felipe, filho de Fabrício Queiroz, preso por por suspeita de participação em esquema de 'rachadinha' na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), tem como objetivo alcançar à elite do futebol do Rio de Janeiro na atual temporada.

Em contato com o Portal Futebol Interior, o gerente de futebol do clube, Bada, afirmou que o clube está aguardando um pronunciamento da Federação de Futebol do Rio de Janeiro para retomar as atividades presenciais, que foram suspensas.

"Estamos aguardando um pronunciamento da Federação sobre o retorno. O campeonato está marcado para o dia 15 de agosto, mas há uma resolução da Ferj que proíbe o treinamento de qualquer equipe do profissional que não seja da Série A1", disse o dirigente, que completou.

"É uma objeção do clube chegar na Primeira Divisão. Nos estruturamos e estamos trabalhando em cima disso. Vamos seguir acompanhando essa situação da pandemia e voltaremos aos treinos quando recebemos a liberação dos órgãos competentes."

Sampaio Corrêa mira a elite do RJ. Foto: Futrio
Sampaio Corrêa mira a elite do RJ. Foto: Futrio
CAMPEONATO CARIOCA
O Sampaio Corrêa foi o quarto colocado da Taça Santos Dumont do Campeonato Carioca B1 do ano passado, com 14 pontos, atrás de América, 18, Goytacaz, 17 e Gonçalense, 15.

Repetiu a posição na Taça Corcovado, com 16 pontos, contra 21 do Artsul, 19 do América e 17 do Goytacaz. Filho de Queiroz estava no Sub-20, tendo feito apenas duas partidas em todo o campeonato carioca da divisão.