Capixaba: Atlético de Itapemirim demite 'time inteiro' e Caça-Rato não poupa críticas

O presidente do clube, Armando Zanata, achou melhor liberar os jogadores, comissão técnica e funcionários

por Agência Futebol Interior

Vitória, ES, 10 (AFI) - O sonho acabou. Após iniciar um projeto que duraria cerca até o fim da temporada de 2019, o projeto do Atlético de Itapemirim naufragou em menos de três meses. Com pouco dinheiro nos cofres e recheado de dívidas, o clube que foi eliminado nas quartas de final do Campeonato Capixaba foi obrigado a dispensar 25 jogadores, entre eles, o experiente atacante Flávio Caça-Rato.

O presidente do clube, Armando Zanata, achou melhor liberar os jogadores, comissão técnica e funcionários por conta do atraso salarial e por não ter perspectiva de chegada de novas receitas até o final da temporada. Com isso, não teria condições de arcar com as despesas por mais oito meses. De qualquer forma, ele prometeu pagar os salários devidos em breve.

Atlético de Itapemirim demite 'time inteiro' e Caça-Rato não poupa críticas
Atlético de Itapemirim demite 'time inteiro' e Caça-Rato não poupa críticas
Inicialmente, o projeto seria 'bancado' por um convênio com a Prefeitura de Itapemirim, que disponibilizou uma verba de R$ 880 mil por ano, que seriam pagos em quatro parcelas de 220 mil. Porém, o clube tinha dividas antigas, ações trabalhistas e judiciais, que bloquearam o repasse dessa verba.

CAÇA-RATO NÃO POUPOU CRÍTICAS
Apesar do mandatário do clube afirmar que todas as dividas serão pagas e que não houve constrangimento com os atletas, o atacante Caça Rato não teve rédeas na língua para criticar a diretoria do Galo. Que, segundo ele, foi o clube com pior gestão que ele passou em sua longa carreira.

"Se arrependimento matasse, eu já estava morto. Não sei porque coloquei o pé neste clube. Esperaram por um dinheiro que não tinham. Eles são muito amadores, despreparados. Futebol é coisa séria e eles estão brincando com pais de família que contam com este dinheiro. Os jogadores não têm culpa de tanto despreparo", disse o emblemático atacante em entrevista à imprensa capixaba.