Presidente eleito de time capixaba é preso por suspeita de tráfico de drogas

Edney Costa foi eleito recentemente e assumiria a Desportiva Ferroviária em janeiro

por Agência Futebol Interior

Vila Velha, ES, 07 (AFI) - Presidente eleito da Desportiva Ferroviária, com início de mandato previsto para janeiro, Edney Costa foi preso com mais seis pessoas, acusado de tráfico de drogas. As prisões foram feitas durante uma operação da Polícia Federal que apreendeu mais de 240kg de cocaína em um contêiner no Porto de Vila Velha.

A droga foi encontrada entre os Bairro Cobilândia e Rio Marinho, escondida no meio de uma carga de milho. O destino do montante, estimado em cerca de 17 milhões de dólares, seria a Espanha.

Edney Costa é suspeito de envolvimento em tráfico de droga. (Foto: Henrique Montovanelli / Assessoria de imprensa da Desportiva)
Edney Costa é suspeito de envolvimento em tráfico de droga. (Foto: Henrique Montovanelli / Assessoria de imprensa da Desportiva)

A desportiva divulgou uma nota oficial para comunicar a decisão de suspender Edney Costa até que o caso seja esclarecida. Leia a nota:

A Associação Desportiva Ferroviária informa que, diante do suposto envolvimento, no caso da operação da Polícia Federal, do presidente eleito Edney José da Costa - que tomaria posse no dia 01 de janeiro de 2018 -, a diretoria se reuniu na noite desta quarta-feira (06) e decidiu pela suspensão do mesmo nas atividades do clube, até que o caso seja esclarecido, também respeitando os direitos de defesa do presidente eleito. Uma reunião entre a diretoria e o Conselho Deliberativo do clube será convocada para discutir a questão, tomar medidas cabíveis e avaliar a possibilidade de novas eleições. O futebol profissional segue em atividade.