Em crise, time capixaba contrata 'interminável' ex-técnico do Vasco

Treinador construiu sua carreira basicamente dirigindo clubes menores do Rio de Janeiro

por Agência Futebol Interior

Vitória, ES, 01 (AFI) – Em pleno dia do trabalho, o técnico Wagner Oliveira não resistiu à goleada do Estrela do Norte para o São Mateus, por 4 a 0, na quarta-feira, e foi demitido. Sem perder tempo, a diretoria do time de Cachoeiro do Itapemirim agiu rápido e contratou o interminável Dário Lourenço para a vaga.

O "Interminável" Dário Lourenço

Ex-zagueiro do Fluminense na década de 70, Dário Lourenço, de 60 anos, construiu sua carreira basicamente dirigindo clubes menores do Rio de Janeiro. Ele iniciou a carreira no Rio das Ostras-RJ em 1989, passando depois por Cabofriense-RJ, América de Morrinhos-GO, Itabuna-BA, Barra Mansa-RJ, Barra-RJ, Teresópolis-RJ, Barreira-RJ, Mesquita-RJ e Friburguense-RJ.

Após quase uma década perambulando no submundo do futebol fluminense, Lourenço finalmente teve um trabalho de sucesso entre 1998 e 1999, quando comandou o Linhares. O time conquistou o Capixaba em 1999 e disputou a Copa do Brasil nos dois anos.

Depois disso, o treinador passou por Atlético Alagoinhas-BA, Macaé-RJ, Al-Ta’ee (Arábia Saudita), Cabofriense e Volta Redonda-RJ, clube onde conseguiu conquistar um título histórico da Taça Guanabara de 2005. Tanto que acabou contratado pelo Vasco no mesmo ano, para a vaga de Joel Santana.

A passagem no time cruz-maltino, contudo, durou pouco tempo. Sobretudo, por conta de desentendimentos com o atacante Romário. Após isso, passou pelo Voltaço de novo, e em seguida por Olaria-RJ, Macaé, Paysandu, Bacabal-MA, Goytacaz-RJ, Nacional-PB, Itabaiana-SE, Cabofriense e River Plate-SE.

O Estrela do Norte iniciou o Capixaba de forma arrasadora. Nas últimas rodadas, porém, acumulou seis jogos sem vitórias, com quatro empates e duas derrotas – a exceção foi o W.O. sobre o Conilon. Com isso, perdeu a liderança. Hoje, é segundo colocado, com 25 pontos, contra 27 do Linhares.

 
 
" />