Paulistão: Sem vencer, Evaristo Piza deixa o Capivariano

Apesar dos resultados, o Capivariano não vinha atuando mal no Estadual

por Agência Futebol Interior

Capivari, SP, 15 (AFI) – Os maus resultados fizeram mais uma vítima no Campeonato Paulista. Após Luís dos Reis (Rio Claro) e Vinicius Eutrópio (Ponte Preta), foi a fez de Evaristo Piza (foto abaixo), que deixou o Capivariano na manhã desta segunda-feira. Ele vinha de três derrotas consecutivas.

Piza ainda havia ganhado no Capivariano. Estreou com empate diante do Rio Claro (2 a 2, fora de casa), mas depois perdeu para Red Bull (2 a 0, em casa), Corinthians (2 a 1, fora de casa) e por último Água Santa (4 a 1, fora de casa). Sequência que fez a diretoria optar pela troca do comando técnico.

Apesar dos resultados, o Capivariano não vinha atuando mal. Contra o Red Bull, por exemplo, dominou o primeiro tempo e só não marcou por falha dos homens de ataque. No segundo tempo o adversário aproveitou os espaços e marcou seus gols. Depois, contra o Corinthians o time voltou a ir bem. Sufocou o Timão em Itaquera, mas novamente pecou por não ter um ‘camisa 9’ de qualidade lá na frente.

PIZA FOI CAMPEÃO NO LEÃO
A saída do técnico não mancha a imagem deixada no clube. Evaristo Piza foi responsável por conduzir o time ao título do Campeonato Paulista da Série A2 de 2014. Levantou a taça de forma surpreendente. O que comprova sua competência à beira dos gramados.

Sem Piza, agora o Capivariano terá que ir atrás de um novo treinador. Dois nomes agradam a diretoria: Jorginho, ex-Ponte Preta e Portuguesa; e Roberto Fernandes, com passagem de sucesso no futebol nordestino e que vem fazendo estágios em clubes da Europa.

O Capivariano é o lanterna do Grupo C, com apenas um ponto conquistado. É o lanterna na classificação geral.

 
 
" />