Francisco Diá deixa Campinense após eliminação na Pré-Copa do Nordeste

Treinador garantiu que tudo já estava acertado com o clube desde o término do Campeonato Paraibano

por Agência Futebol Interior

Campina Grande, PB, 16 (AFI) - O casamento entre Francisco Diá e o Campinense acabou momentos após a eliminação da Raposa na Pré-Copa do Nordeste. O clube paraibano viu sua vantagem evaporar diante do Náutico e perdeu a vaga para o Regional de 2020. A saída de Diá, no entanto, não foi surpresa. Tudo já era esperado por ambas as partes desde o término do Campeonato Paraibano.

"Já estava previsto que depois do campeonato (estadual) eu não ficaria. Eles pediram para eu fazer esses dois jogos da Copa do Nordeste. Eu fiz também dois da Série D. Então agora eu comuniquei à direção de futebol que não vou mais ficar", disse Diá, em entrevista à Rádio CBN.

Francisco Diá deixou o comando do Campinense. (Foto: Junot Lacet)
Francisco Diá deixou o comando do Campinense. (Foto: Junot Lacet)
Francisco Diá chegou a ser cotado no ABC que fechou com Sérgio Soares. O comandante, por enquanto, terá que buscar um novo clube. Já o Campinense correrá atrás de um técnico. O auxiliar de Diá, Romildo Freire, deverá ficar no comando do clube até a chegada do novo treinador. Ele terá o apoio de Paulo Morôni, gerente de futebol.

"O Romildo e o Morôni acompanham a delegação para esse jogo", explicou Diá.

Pela Série D, o Campinense está na vice-liderança do Grupo A7 com três pontos. Após perder da Jacuipense, a Raposa tentará a recuperação ante o ASA no sábado, às 16 horas, em Arapiraca, pela 3ª rodada.