Série D: Após garantir calendário em 2020, Francisco Diá se despede do Campinense

Desempenho deste ano garante participação da Raposa na Copa do Brasil e na Série D de 2020

por Agência Futebol Interior

Campina Grande, PB, 16 (AFI) - A união entre Francisco Diá e Campinense chegou ao fim. O treinador renunciou ao cargo após participação na Pré-Copa do Nordeste de 2020.

O treinador se despede da Raposa com bom retrospecto recente nas competições e garantia de calendário completo na temporada seguinte.

"Todo ciclo tem um começo e todo começo tem um fim. Retornei ao clube em que fui vitorioso com muita alegria e expectativa. Aqui, fui bicampeão paraibano e vice-campeão do Nordeste. Neste ano, o vice-campeonato paraibano credenciou o Campinense às disputas da Copa do Brasil e da Série D do Campeonato Brasileiro em 2020, garantindo calendário no próximo ano", celebrou.

DIFICULDADES

Durante a sua passagem pelo clube paraibano, o treinador enfrentou diversas dificuldades extracampo. Com experiência, tentou blindar o plantel para que os problemas não interferissem no rendimento do elenco dentro das quatro linhas.

Exemplo prático é a crise financeira e salários atrasados ao grupo - vale lembrar que, no Estadual, os jogadores chegaram a fazer greve e Diá apaziguou a situação para que os resultados não fossem afetados.

Francisco Diá se despede do Campinense após garantir calendário em 2020
Francisco Diá se despede do Campinense após garantir calendário em 2020

"Encontramos muita turbulência e, mesmo assim, em nenhum momento, abandonei o barco. Ao longo desse período, recebi outros convites e tive oportunidade de assumir clubes tradicionais do futebol brasileiro", revelou.

"Porém, diante do meu comprometimento, mantive-me fiel aos meus princípios e segui à frente do comando do Campinense. Diante das dificuldades, o desgaste era notório e chegou o momento de despedir", emendou.

O JOGO

A eliminação para o Náutico no Estádio dos Aflitos foi injusto, na visão do então treinador paraibano, que aproveitou para agradecer pelo tempo em que esteve no clube.

"A partida não teve um resultado justo. Merecíamos a classificação e viria para coroar nossa boa atuação. O resultado não veio e saio de cabeça erguida", comentou

"Agradeço ao Campinense pela confiança que me foi dada e a oportunidade de novamente dirigir este clube, bem como à imprensa falada, escrita ou televisiva, que sempre me tratou com respeito. Em especial, deixo minha gratidão aos torcedores que me acolheram e sempre estiveram ao nosso lado. Sempre terei muito carinho pelo Campinense", completou.