Aílton Queixada, do Guarani ao sucesso na Alemanha

Aílton Queixada, do Guarani ao sucesso na Alemanha

por ARIOVALDO IZAC - -

Ex-centroavante e paraibano Aílton Gonçalves da Silva, o Ailton Queixada, se apresentou ao Guarani em 1996 com bordão do tipo ‘ouvintes meus cumprimentos’. Hoje, aposentado, fala alemão e inglês fluentemente, e sempre manifesta gratidão pela oportunidade de ter jogado em Campinas.

Como optou por fixar residência em Dallas (EUA), três vezes ao ano volta à Alemanha para cumprir agenda publicitária, e viaja ao Brasil para rever sua fazenda de criação de cavalos em Mogeiro, a cerca de 100 km de João Pessoa.

Revelado pelo Ypiranga (RS), ele teve rápida passagem pelo Inter (RS) antes de estrear no Guarani marcando gol na largada do Campeonato Brasileiro de 1996, no empate por 1 a 1 com o Santos, em Campinas.

Júlio Toledo Piza era técnico interino num time formado por Hiran; Marcinho, Sangaletti, Sorlei e Júlio César; Elson, Goiano, Alexandre Gaúcho e Cairo; Marcelo Carioca e Aílton.

WEDER BREMEN

Facilidade para enfrentar goleiros fez de Aílton ídolo da torcida bugrina naquele Campeonato Brasileiro de 1996. Apesar da estatura de 1,77m de altura, também fazia gols de cabeça. Assim foi aberto o mercado alemão e se transferiu ao Werder Bremen, onde conquistou títulos, foi artilheiro da liga alemã e eleito o melhor jogador do país na temporada 2003-04.

Era natural a expectativa de convocação à Seleção Brasileira, mas foi relegado. Por isso sugeriu naturalização para defender o Qatar, mas a Fifa proibiu.

Coincidência ou não, após ter sido negociado com o Schalke 04 não reeditou o qualificado futebol, e oscilou nas passagens por Hamburgo e Duisburg.

Nas idas e vindas à Alemanha à época, passou por clubes do México, Croácia, Áustria, Turquia, Ucrânia, China e até Rio Branco de Americana em 2011, aos 39 anos de idade.

MODELO NUA

No encerramento do ciclo em 2014, entrou para a história da Bundesliga como quarto maior artilheiro estrangeiro com 106 gols marcados, atrás do peruano Claudio Pizarro (191), polonês Robert Lewandowski (154) e brasileiro Élber (133).

Em 2012, de volta à Alemanha para integrar o BFV Hassia Bingen - clube de sexta divisão -, participou do reality show Dschungelcamp (Camping na Selva) de sucesso na televisão daquele país.

Na ocasião, durante prova em selva na Austrália, foi surpreendido quando uma modelo ficou nua ao se banhar num lago, ao lado dele.

 
 
" />