Paraibano: CSP corre risco de perder pontos por escalação irregular de atacante

Negueba é o protagonista da confusão, já que havia sido punido pelo Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol da Paraíba (TJDF-PB)

por Agência Futebol Interior

João Pessoa, PB, 12 (AFI) - Atual vice-lanterna do Grupo B, com apenas três pontos em quatro rodadas da primeira fase, o CSP pode ser punido e perder até nove pontos pela escalação do atacante Negueba no atual Campeonato Paraibano.

O avançado foi expulso no final do ano passado, quando defendia o Queimadense na semifinal da Segundona Paraibana. Já em janeiro, o Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol da Paraíba (TJDF-PB) confirmou a suspensão de uma partida.

Assim, mesmo tendo ido a campo nas duas primeiras partidas, deveria ter cumprido o gancho no jogos seguinte. No entanto, ele participou da vitória por 1 a 0 sobre a Perilima e da derrota, também por 1 a 0, para o Sport Lagoa Seca.

Negueba — Foto: Raniery Soares / FPF-PB
Negueba — Foto: Raniery Soares / FPF-PB
Dessa forma, segundo o Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), o CSP pode ser punido com nove pontos - três por cada duelo com o atleta suspenso mais três do triunfo na terceira rodada. Nenhum clube, porém, manifestou atenção ao caso até o momento.

Atualmente, o Tigre Praieiro é quarto colocado do Grupo B, com três pontos, dois à frente do São Paulo Crystal, que está no Z1. O G2, por outro lado, tem Campinense e Sousa, com seis. Nacional, também com três, fecha a chave;