CSA faz história ao subir da Série D à elite nacional em três anos

Após ficar dois anos sem divisão, time alagoano começou em 2016 uma arrancada impressionante

por Agência Futebol Interior

Maceió, AL, 26 (AFI) - O CSA fez história no último sábado, quando venceu o Juventude por 4 a 0 e conquistou o acesso à elite do Brasileirão, além de ficar com o vice-campeonato. Essa foi a primeira vez que um time conseguiu sair da Série D para a Série A em apenas três anos, permanecendo apenas um ano em cada divisão de acesso.

O time alagoano foi vice-campeão da Série D em 2016 e campeão da Série C em 2017. Na atual temporada, voltou a disputar a Série B após 25 anos e surpreendeu muitos com acesso. Agora, se prepara para um reencontro com a Série A depois de 31 anos longe da principal divisão nacional.

Os anos de dificuldades valorizam ainda mais a conquista do Azulão. Em 2014 e 2015, por exemplo, o time não participou de nenhuma divisão nacional. Alguns anos antes, em 2010, chegou a disputar a Segunda Divisão Alagoana. A partir de 2016, o clube viveu um período de reconstrução completa e superou essas temporadas de desolação.

Foto: Thiago Parmalat/RCortez/CSA
Foto: Thiago Parmalat/RCortez/CSA

OUTRAS HISTÓRIAS
Outros times já fizeram um caminho rápido da Série D à Série A, mas até então o menor período foi de cinco anos. Três times conseguiram esse feito. A Chapecoense saiu da Série D em 2009, ficou na Série C de 2010 a 2012, e subiu da Série B em 2013.

O Joinville, por sua vez, saiu da Série D em 2010 e conquistou o acesso na Série C logo em 2011, mas precisou de três temporadas na Série B (2012 a 2014) para chegar à elite. Enquanto isso, o Santa Cruz subiu da Série D em 2011, passou dois anos na Série C (2012 e 2013) e outros dois na Série B (2014 e 2015) para chegar à Série A.

No ano que vem, o Operário Ferroviário será o único time com chances de bater o recorde do CSA. O time de Ponta Grossa conquistou o acesso e foi campeão da Série C na atual temporada, um ano depois do acesso e título na Série D.

 
 
" />