Marcelo Cabo comemora título e explica tática do CSA na final do Alagoano

Azulão desbancou o tricampeão e eterno rival CRB na decisão e voltou a comemorar após dez anos

por Agência Futebol Interior

Maceió, AL, 09 (AFI) - O técnico Marcelo Cabo (foto) teve pouco tempo, mas conseguiu dar jeito no CSA e levou o clube ao título do Campeonato Alagoano. O Azulão desbancou o tricampeão e eterno rival CRB na decisão. O jovem comandante comemorou a conquista estadual e explicou a tática utilizada no último domingo no Estádio Rei Pelé, em Maceió.

"Eu sempre falei para os jogadores que não importa como começa, o importante é como termina. E para eles acreditarem: era uma final de 180 minutos e a gente só tinha perdido a primeira etapa. Eu tive uma semana para corrigir o que era para ser corrigido, criar um plano de jogo que era marcar sob pressão, e deu certo, buscar logo os dois primeiros gols e depois ver o que o jogo nos proporcionava pra gente poder garantir esse título", disse ele.

Marcelo Cabo aproveitou a entrevista coletiva para elogiar a força da torcida que sempre esteve presente nos jogos do CSA pelo Alagoano e também a disposição dos jogadores desde a sua chegada.

"Eu quero parabenizar essa torcida que nos incentivou, nos apoiou a todo tempo e, principalmente, uma menção honrosa a esses jogadores. Nós escutamos muita coisa nessa semana, mas ficamos calados. Trabalhamos muito e demos a resposta dentro de campo com esse título maravilhoso", completou.

O treinador chegou para substituir Flávio Araújo, responsável pelo acesso e título na Série C do Brasileirão. Marcelo Cabo fez dez partidas pelo Azulão, sendo seis pelo Estadual e quatro pela Copa do Nordeste. Foram quatro vitórias, quatro empates e só duas derrotas, além de nove gols a favor e cinco tomados.