Artilheiro do Brasil em 2020, Léo Gamalho faz sucesso no CRB e vira 'Ibra do Nordeste'

O sucesso no time alagoano fez o atacante se tornar ídolo da torcida e receber da CBF o prêmio de Jogador do Mês de Agosto

por Agência Estado

Maceió, AL, 10 (AFI) - O calendário do futebol brasileiro tem até agora um artilheiro que nem a longa paralisação forçada pela pandemia conseguiu deter. Pelo contrário. O atacante Léo Gamalho, do CRB, é o grande goleador do futebol nacional até o momento. São 16 gols em 2020, dos quais a maior parte foi marcada justamente depois da retomada das competições. O jogador de 34 anos anotou nove vezes desde então, número que nenhum outro conseguiu alcançar.

O sucesso no time alagoano fez o atacante se tornar ídolo da torcida e receber da CBF o prêmio de Jogador do Mês de Agosto da Série B. Por isso, em Maceió muitos já chamam Léo Gamalho de Gamalhovic ou Ibrahimovic do Nordeste devido à posição de centroavante e ao longo cabelo comprido amarrado em um rabo de cavalo, penteado do mesmo estilo utilizado pelo sueco do Milan.

"O apelido é inevitável. Se eu pudesse escolher, prefiro que me chamasse de Léo Gamalho. Mas o torcedor chama pelo apelido e eu levo na boa", disse em entrevista.

MAIS DE LÉO GAMALHO!
Léo chegou ao CRB nesta temporada e conquistou com o time o Campeonato Alagoano. Um dos segredos para o grande momento vivido na carreira está nos treinos. O atacante conta que trabalha exaustivamente as finalizações, procura ser cuidadoso com a parte física e durante a paralisação provocada pelo novo coronavírus, procurou comprar equipamentos para realizar atividades em casa.

Léo Gamalho vem sendo o cara do CRB
Léo Gamalho vem sendo o cara do CRB

"Na paralisação eu armei aqui em casa quase uma academia. Comprei uma esteira e comprei uns produtos. Com os jogos paralisados, procurei não parar. Isso me ajudou a não ter tanto déficit na volta", contou. "Como centroavante eu trabalho bastante a finalização e procuro cuidar da minha parte física para poder render. É um jogo atrás do outro, então é preciso ter cuidado com o corpo", completou.

DESTAQUES!
O atacante ficou marcado nesta temporada pela fama de carrasco do Cruzeiro. O CRB eliminou o time mineiro na Copa do Brasil e na última segunda-feira ainda arrancou um empate por 1 a 1 no Mineirão pela Série B. "Jogamos três vezes com o Cruzeiro e fiz quatro gols. Isso ficou um pouco em evidência. Procuro todo jogo estar concentrado pra aproveitar as oportunidades. Foi assim contra o Cruzeiro", comentou.

A sequência de gols faz o perfil do jogador nas redes sociais receber centenas de mensagens da torcida. Gamalho procura sempre ler os recados, até como forma de compensar a ausência de público nos estádios. Para quem tem marcado tantos gols, não ter o torcedor por perto faz falta. "Não tem aquele calor humano nos estádios. Mas pelas redes sociais as pessoas me escrevem. Tenho um feedback grande", disse.

Gaúcho de Porto Alegre, o atacante passou por mais de uma dezena de clubes no Brasil e jogou no exterior também, inclusive em um mercado incomum para brasileiros. Em 2016 Léo defendeu o Nacional, do Uruguai. No período em que morou em Montevidéu, disputou a Copa Libertadores e a liga local, fora ter vivenciado um estilo de futebol bem particular.

"O futebol de lá é diferente. Estilo de muita pegada e muita entrega. Até se assemelha ao Campeonato Gaúcho, mas com níveis mais pegados até. Foi uma experiência muito legal para mim. Fui muito bem tratado por lá", relembrou.