Série C: Técnico do Brusque lamenta vexame e momento ruim: 'Não tem nem explicação'

Jerson Testoni se disse envergonhado e pediu desculpas para a torcida, que não estava presente por causa da pandemia

por Agência Futebol Interior

Brusque, SC, 30 (AFI) - De candidato a terminar na liderança isolada do Grupo B à decepção na reta final, com chances de não se classificar. Essa é a situação em que chega o Brusque-SC para a última rodada da fase de grupos do Campeonato Brasileiro da Série C, depois de sofrer uma goleada histórica de 8 a 1 para o Volta Redonda e chegar aos seis jogos consecutivos sem vitórias.

Desde então, são dois empates e quatro derrotas, sendo três seguidas nas últimas partidas. Neste sábado (28), contra o Volta Redonda-RJ, o Bruscão foi derrotado simplesmente 8 a 1, em pleno Estádio Augusto Bauer, sendo que seis dos oito gols dos adversários saíram todos nos 33 primeiros minutos da primeira etapa.

Técnico do Brusque lamenta vexame e momento ruim: 'Não tem nem explicação'
Técnico do Brusque lamenta vexame e momento ruim: 'Não tem nem explicação'
Após a partida, o técnico Jerson Testoni se disse envergonhado e pediu desculpas para a torcida, que não estava presente por causa da pandemia do covid-19.

"Sobre o resultado, não tem nem explicação. Infelizmente, foi uma tarde desastrosa. A responsabilidade maior é minha como treinador. Acho que sobre atuação e desempenho, nem tem o que falar. Peço desculpas como comandante. Acho que todos os atletas têm o mesmo sentimento. Foi realmente uma derrota que não esperávamos. Ainda não estamos classificados. Vamos trabalhar forte para buscar a vaga", disse o comandante.

SITUAÇÃO NA TABELA
Com o resultado vexatório, o Quadricolor despencou para a terceira colocação do Grupo B com 28 pontos. Apesar da má fase, chega à última rodada dependendo apenas das próprias forças. No sábado (05), o Brusque enfrenta o Criciúma, fora de casa, precisando vencer. Em caso de empate ou derrota, a equipe catarinense pode ser ultrapassada por Ituano e Tombense, que vêm logo atrás com 26.

"O que temos que fazer é trabalhar firme nessa semana para tentar conquistar o resultado em Criciúma e buscar a classificação", completou o treinador, tentando acalmar a torcida.