Série D: Pirambu elogia nível técnico da decisão e mostra confiança no Brusque-SC

Atacante do Marreco marcou um dos gols da equipe no empate em 2 a 2 com o Manaus e falou sobre o jogo da volta fora de casa

por Agência Futebol Interior

Brusque, SC, 13 (AFI) - O Brusque soube aproveitar a força de sua torcida e abriu 2 a 0 no Manaus na decisão da Série D do Campeonato Brasileiro. O problema da equipe foi que acabou permitindo o empate ao time adversário. Para Junior Pirambu este fato só destaca o alto nível de futebol apresentado pelas duas equipes.

O atacante do Marreco fez um dos gols da equipe, já no segundo tempo. Ele pede para que o time continue com um grau de atenção elevado para este jogo de volta, pois acredita que a vida do clube catarinense não será fácil em território manauara.

"É final, né? Você vê que o nível das duas equipes é de Série C e até Série B mesmo. Você vê a qualidade do jogo. Lá vai ser outra final muito difícil, mas vamos com tudo. Deus está no controle e vai dar tudo certo", declarou.

Pirambu elogia nível técnico da decisão e mostra confiança no Brusque (Foto: Thais Magalhães/CBF)
Pirambu elogia nível técnico da decisão e mostra confiança no Brusque (Foto: Thais Magalhães/CBF)
Apesar de ter sofrido o empate, a situação do Brusque não é tão complicada. Como não há gol qualificado, as duas equipes precisam jogar para cima, buscando a vitória. Junior Pirambu lembra que um triunfo simples garante a conquista inédita para o Marreco.

"Sabemos que a Arena lá é um campo muito bom para jogar. Nossa equipe é muito técnica. Já revertemos muitos resultados ao longo da competição e o desafio agora é ganhar. A gente só joga para ganhar. Com uma vitória por 1 a 0 lá a gente é campeão. Vamos em busca dela, Deus está no controle de tudo e vai dar tudo certo", acrescentou.

DATA MARCADA
Manaus e Brusque disputam o jogo da volta no próximo domingo (18), às 16h (de Brasília), na Arena da Amazônia. Em caso de um novo empate, independentemente do placar, o campeão será conhecido através das cobranças de pênaltis. A expectativa de público para a finalíssima é de 45 mil pessoas na arquibancada.