Série D: Agora no comando do Brusque, Waguinho Dias quer primeiro título nacional

Após empate em casa, Quadricolor precisa de vitória diante do Manaus para faturar taça inédita

por Agência Futebol Interior

Brusque, SC, 14 (AFI) - Waguinho Dias tem um motivo especial para confiar no seu primeiro título nacional da carreira: o ótimo retrospecto do Brusque em decisões como visitante.

Após empate em 2 a 2 no jogo de ida, o Brusque volta a campo no próximo domingo, quando reencontra o Manaus, na Arena da Amazônia, em confronto que vai decidir o campeão da Série D do Campeonato Brasileiro - quem vencer leva a taça.

Vale lembrar que todas as conquistas da Copa Santa Catarina foram alcançadas longe de casa. Em 1992, o Quadricolor venceu o Inter de Lages na partida de ida por 2 a 1 e empatou em 1 a 1 na Serra Catarinense.

Dezesseis anos depois, veio o bicampeonato contra o Joinville. Triunfo brusquense por 2 a 0 no Estádio Augusto Bauer e e derrota por 2 a 0 na Arena. Na disputa de pênaltis, a estrela do goleiro Alessandro brilhou para levantar o caneco.

Waguinho Dias e Brusque em um só objetivo: um título nacional inédito
Waguinho Dias e Brusque em um só objetivo: um título nacional inédito

"Os números, evidentemente, são importantes e servem de motivação. Isso, porém, não entra em campo. Tenho ciência da necessidade de enorme concentração em Manaus, com estádio lotado e torcida adversária contra. Estamos confiantes para conquistar este título inédito para o clube e para mim. O povo brusquense merece", pontuou Waguinho.

Em 2010, novamente contra o Joinville no norte do estado, veio o tri: vitória por 1 a 0 em casa e empate por 1 a 1 fora.

No ano passado, o tetra foi alcançado, mais uma vez, fora de Brusque. Na ocasião, empate sem gols na ida e na volta - assim como em 2008, a medalha de ouro veio na cobrança de penalidades.

Ao longo da história, o time catarinense decidiu título como visitante sete vezes e saiu campeão em quatro oportunidades.