Rodrigo Tabata, aquele mesmo, quer jogar a Copa 2022 por país da Ásia

Perto de completar 40 anos, ele já vestiu a camisa da Seleção do Catar em 19 oportunidades

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 28 (AFI) - Se Oscar, que já defendeu a Seleção Brasileira até em Copa do Mundo, pensa em se naturalizar chinês para jogar o Mundial 2022, Rodrigo Tabata, que é cidadão do Catar há quatro anos, também tem direito de sonhar. O ex-jogador de Santos, Goiás, entre outros, quer atuar pelo país anfitrião.

Ele quer jogar a Copa 2022. (Foto: Divulgação)
Ele quer jogar a Copa 2022. (Foto: Divulgação)
Perto de completar 40 anos, ele já vestiu a camisa da Seleção do Catar em 19 oportunidades, inclusive nas Eliminatórias da Copa de 2018. Agora, ele não vê a hora de voltar a vestir a camisa da seleção para ter chance de jogar a Copa.

"Eu tinha a convicção de que íamos nos classificar para a Rússia. Infelizmente, não deu. A ideia da federação era estrear na última Copa para dar cancha aos jovens para 2022. Infelizmente, por causa da idade, acho difícil eu estar no próximo Mundial. Mas, de repente, se eu estiver em um nível alto", disse ele ao jornalista Rafael Reis.

Rodrigo Tabata, porém, não é lembrado em convocações desde 2017. Ele defende o Al-Rayyan, vice-líder no campeonato local, e tem oito gols marcados.