Meia que defendeu o Brasil na Copa 2014 se oferece para jogar pela China

Fifa não permite que atletas que defenderam seleções em torneios oficiais joguem por outros países

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 27 (AFI) - Seguindo os passos de Elkeson e Ricardo Goulart, o meia Oscar abriu a possibilidade de se naturalizar chinês e defender o país asiático. Mas ao contrário dos dois, o jogador Shanghai SIPG já defendeu a Seleção Brasileira em torneios oficiais como a Copa do Mundo de 2014.

"Eu posso pensar sobre isso. É difícil ir para a seleção brasileira porque jogo aqui agora, e na China veem como jogo bem. Então, se a seleção da China precisar de um bom meia, eu posso ajudar, se mudarem (as regras)", disse ele à "CGTV".

Mais um chinês? (Foto: Rafael Ribeiro / CBF)
Mais um chinês? (Foto: Rafael Ribeiro / CBF)
"Gosto da China, e acho que os jogadores que trocarem de nacionalidade para jogar pela China podem ir bem", completou Oscar que não é chamado por Tite desde 2016.

A Fifa não permite que atletas que defenderam seleções em torneios oficiais joguem por outros países. Elkeson, que mudou de nome (Ai Kesen), já foi convocado pela Seleção Chinesa. Ricardo Goulart aguarda sua chance.