Treinador brasileiro sofre acidente no México e é hospitalizado

No México desde os anos 80, o treinador é um dos mais respeitados do país

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 21 (AFI) - Um dos nomes mais respeitados do futebol mexicano, o brasileiro naturalizado mexicano Ricardo Ferretti sofreu um acidente na manhã deste sábado e precisou ser levado a um hospital em Monterrey, no México. Ele sofreu ferimentos no braço e no peito e não corre risco de vida.

Ferretti estava se encaminhando para um treinamento do Tigres, na manhã deste sábado. De acordo com testemunhas, o carro em que estava o treinador se chocou com outro durante uma tentativa de ultrapassagem. O veículo do técnico ficou completamente destruído.

Revelado pelo Botafogo e com passagens pelo Vasco, Ferretti desembarcou no México no final dos anos 1970 ainda como jogador. Ele atuou por Atlas, Pumas, Monterrey e Toluca antes de virar treinador nos anos 90. Como técnico, conquistou o país e se tornou ídolo do Tigre, conquistando seis vezes o Campeonato Mexicano.

Nos últimos três anos, levou o time a final da CONCACAF Champions' Cup, Libertadores local, duas vezes. Seus bons resultados o levaram como técnico interino da Seleção Mexicana em duas oportunidades, a última delas em 2018, após a saída de Osorio.

Espaço incorporado por HTML (embed)

Além do tradicional bigode, que ostenta desde os tempos de jogadores, Ferretti ou Tuca, como é chamado no México, também é conhecido pelo temperamento explosivo com jogadores, jornalista e árbitros. Nos anos 90, após uma discussão com o ex-atacante José Cardozo, abandonou o Toluca após ser ameaçado de morte por torcedores supostamente ligados ao jogadore. Em 2017, eles se reencontraram, mas Ferretti recusou a cumprimentar Cardozo.