Agora técnico, ex-goleiro do Guarani mira títulos com coreano Siheung

Gléguer Zorzin exalta evolução do time na pré-temporada, mas afirma que a equipe deve crescer ainda mais

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 13 (AFI) - A temporada 2018 começou bem para técnico Gléguer Zorzin, conhecido no Brasil pela grande identificação com o Guarani. Ele retornou à Coreia do Sul para dirigir o Siheung. Após grande primeiro ano à frente do clube, o brasileiro teve seu contrato renovado por mais uma temporada. Mirando títulos, ele já recebeu seu primeiro reforço, o zagueiro Kim San Hi, que estava no Porrhan FC.

Gléguer em pré-temporada pelo Siheung
Gléguer em pré-temporada pelo Siheung

A pré-temporada foi finalizada na última segunda (12), tendo sido realizada no Vietnã. Com bons resultados tanto físicos, quanto técnicos e táticos. Ao todo, o time realizou três jogos-treino contra times da primeira divisão local, tendo acumulado duas vitórias e uma derrota.

“Mostramos uma evolução muito boa, mas precisamos melhorar um pouco mais a parte tática. Contudo, isso vem com os treinamentos. Até o início dos jogos faremos o time encaixar. Os atletas entenderam o que eu estou querendo passar, isto é muito importante", disse, em entrevista exclusiva ao Portal Futebol Interior.

MAIS REFORÇOS
Sob o comando de Gléguer, o Siheung somou 17 vitórias, três empates, tendo sofrido apenas quatro derrotas em 2017. Pensando em levantar taças neste ano, o técnico aguarda algumas contratações.

“Esperamos a contratação de mais um zagueiro, que deve vir da primeira divisão e o retorno do nosso artilheiro, Yh Ren Su, que está se recuperando de um cirurgia no tornozelo. Ele será fundamental para o nosso grupo”, comentou.

MAIS SOBRE GLÉGUER
Gléguer iniciou a carreira como atleta profissional no Guarani em 1996. Posteriormente, ele defendeu clubes como Corinthians, Cruzeiro, Portuguesa, entre outros. A carreira foi encerrada pelo também paulista Bragantino.

Como treinador, ele chegou a dirigir o Santacruzense na Série A3 do Campeonato Paulista em 2014, tendo no mesmo ano comandado o mineiro Ipatinga na Série C do Campeonato Brasileiro. Ainda no futebol, exerceu a função de diretor de futebol no União Barbarense, além de ter atuado como preparador de goleiro no Guarani e na Portuguesa. Ainda no Brasil, foi auxiliar técnico no Bragantino.

 
 
" />