Novo patrocinador do Flamengo encaminha acordo com dupla da Série D

Banco BRB, estatal candanga, deve apoiar Brasiliense e Gama na luta pelo acesso à Série C

por Sérgio Porto

Brasília, DF, 26 (AFI) - Por conta do acordo do Banco BRB, estatal candanga, com o Flamengo, um atrito foi criado entre o Governo do Distrito Federal e os clubes brasilienses. O apaziguamento veio nesta quinta-feira.

Representantes da instituição financeira receberam representantes das equipes e figuras como o ex-goleiro do Fluminense, Paulo Vitor, que faz parte da Secretaria de Esportes, já que é o atual o secretário executivo de futebol do Distrito Federal.

Ficou encaminhado um apoio a Brasiliense e Gama. Duas das principais camisas do futebol centro-oestino, a dupla deverá receber patrocínio para tentar o acesso no Campeonato Brasileiro da Série D.

Foto: Divulgação - Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
“Há uma preocupação grande de nossa parte com o esporte em geral. E a gente tinha um sentimento de que vocês (do futebol) gostariam de estar mais próximos, e a gente entendeu isso rapidamente. Nossa reunião foi muito produtiva, em que conseguimos sair com acordos e ajustes”, ressaltou a secretária de Esporte e Lazer, Celina Leão, à Agencia Brasilia.

E OS ESTÁDIOS QUE SE ENCONTRAM SEM LAUDOS?
Após as informações passadas pela Federação de Futebol do Distrito Federal para a Secretaria de Esportes e Lazer de Brasília, uma força tarefa foi criada, e os trabalhos começarão dia 29 de junho. O grupo de trabalho envolve vários órgãos do Governo do Distrito Federal.

CAPITAL FOI ABSOLVIDO EM JULGAMENTO

O Tribunal de Justiça Desportiva do DF voltou às atividades via vídeoconferência. Na quarta-feira, realizou o julgamento do Capital, que teria escalado um atleta de forma irregular um atleta. No entanto, acabou absolvido. Já o Brasiliense foi multado em R$ 5 mil reais devido a uma faixa de torcedores, que reclamavam da arbitragem no Distrito Federal.