Perguntas sem respostas impedem retorno do Campeonato Candango. Entenda!

Dos onze estádios do Distrito Federal, somente o Mané Garrincha e o Defelê estão aptos a serem utilizados

por Sérgio Porto

Brasília, DF, 26 (AFI) - Depois do anúncio da nova secretária de esporte do Distrito Federal, Celina Leão, alguns pontos sobre o futebol candango foram levantados em busca do retorno das atividades profissionais em Brasília.

A primeira ação dela foi convocar o presidente da Federação de Futebol do Distrito Federal (FFDF), Daniel Vasconcelos, que esclareceu quais são os problemas que estão afligindo o esporte candango.

Entre eles, a situação das praças esportivas de Brasília, de propriedade do Governo do Distrito Federal. Dos onze estádios, somente o Mané Garrincha e o Defelê estão aptos a serem utilizados. Os outros aguardam atualização dos laudos técnicos e de segurança.

Sobre o retorno do futebol no Distrito Federal, o aval das autoridades de saúde e do governo de Brasília é inevitável, para que se possa ter o pontapé inicial das ações esportivas dos clubes candangos. A esperança é que o retorno ocorra no mês de julho.

Foto: Divulgação - Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
A expectativa também está relacionada a dois julgamentos que estão sendo aguardados no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-DF). Um está relacionado ao Capital, que poderia ter utilizado um atleta em situação irregular. O outro se refere ao Sobradinho, cuja torcida estendeu faixas contra a arbitragem.

“O Tribunal de Justiça Desportiva do DF deve se movimentar na próxima semana, com o sinal verde do STJD que está trabalhando em vídeo conferência. Com certeza, a prioridade deve ser os julgamentos envolvendo o Capital e o Sobradinho. O resultado destes julgamentos pode alterar a classificação final da primeira fase da competição”, disse o diretor técnico da Federação de Futebol do Distrito Federal (FFDF), Márcio Coutinho, em entrevista ao Resenha Esporte Clube.

OLHA AÍ!
O Campeonato Brasiliense ainda precisa ver a realização uma partida da primeira fase. O confronto a ser disputado é Gama x Real Brasília, jogo adiado em função da participação esmeraldina na Copa do Brasil. Após este confronto, oito equipes estarão no mata-mata. Gama e Brasiliense representarão o DF na Série D e na Copa Verde.