Candangão: Brasiliense não terá Lúcio e Radamés; Gama tem dúvida

Os dois times se enfrentam neste sábado pela rodada de ida da final do estadual

por Sérgio Porto

Brasília, DF, 09 (AFI) - A decisão do 44º Campeonato Brasiliense de Futebol começa na tarde do próximo sábado, a partir das 16 horas, no estádio Nacional Mané Garrincha, no centro de Brasília. Conforme explicado pelo diretor técnico da Federação de Futebol do Distrito Federal, Márcio Coutinho, em entrevista à Rádio DF10 de Brasília, o que foi acordado no arbitral da competição é que as duas partidas finais têm seus mandos de campo na responsabilidade da Federação de Futebol do Distrito Federal.

Os dois confrontos entre Brasiliense e Gama serão nos dois próximos sábados, ambos com os jogos a partir das 16 horas. Ao final dos 180 minutos, caso as duas equipes cheguem empatadas, a decisão do título candango será em cobranças de penalidades máximas. No primeiro jogo a carga de ingressos colocados à venda será de 10 mil unidades.

Uma reunião na quinta-feira a partir das 16 horas na Secretaria de Segurança Pública do DF contará com as presenças de autoridades, representantes da Federação de Brasília e de Brasiliense e Gama. Entre outros assuntos, serão definidos pontos relativos à segurança e como será o acesso das duas torcidas no Mané Garrincha.

LÚCIO FORA
A batalha em busca de estar nas finais do Candangão 2019 foi tão intensa, que na vitória do Brasiliense de 3 a 2 sobre o Paracatu teve além do zagueiro campeão do mundo Lúcio, o volante Radamés também expulso.

Foto: Site Oficial / Brasiliense FC
Foto: Site Oficial / Brasiliense FC
O goleiro Edmar Sucuri também está suspenso. A tendência é que o técnico Ricardo Antonio coloque Fernandes no gol, Welton Felipe ou Preto Costa ao lado de Badhuga na zaga. Antonio Carlos também corre atrás de uma oportunidade na primeira das finais. No lugar de Radamés, a tendência que o volante Aldo tenha ao seulado Émerson Martins ou Geovani. A expectativa é pelo retorno do meia Morais.

GAMA DEFENDE INVENCIBILIDADE
O time do técnico Vilson Tadei completou uma marca histórica de 15 jogos sem perder no Candangão. São 13 vitórias e dois empates. Ainda, tem o melhor ataque da competição. Tarta é o vice-artilheiro do campeonato com 6 gols marcados.

Para o confronto frente ao Brasiliense, a preocupação de Vilson Tadei está com o goleiro titular absoluto Rodrigo Calaça, que atuou no último confronto frente ao Formosa reclamando de lesão. O atacante Vitor Xavier e o volante Tiago Gaúcho não atuaram frente ao Formosa são mais uma preocupação para o treinador gamense.

A HISTÓRIA DOS CONFRONTOS
Brasiliense e Gama se enfrentarão pela sexta vez em disputas de título do campeonato do Distrito Federal. As duas equipes já se enfrentaram em 2001 E 2003 (conquistas do Gama) e 2004, 2006 e 2011 (conquistas do Brasiliense).

O jacaré Brasiliense tem nove títulos candangos e está pela terceira vez consecutiva em decisões no futebol do Distrito Federal. O Gama tem 11 títulos candangos e sua última participação em decisões foi em 2015 quando sagrou-se campeão frente ao Brasília.