Candangão: Das 12 equipes, cinco já trocaram de técnicos e um presidente deixou o cargo

O líder do Candangão, o Sobradinho Esporte Clube manteve o ex-atacante Vitor Santana como treinador

por Sérgio Porto

Brasília, DF, 12 (AFI) - No 43º Campeonato Brasiliense de Futebol a troca de técnicos está sendo uma constante. Das doze equipes, cinco já tiveram seus treinadores mudados. O Samambaia Futebol Clube já teve a saída de três treinadores. Deixaram o clube os técnicos Antonio Dumas, Fiúza e agora Marquinhos Carioca. Ainda, o presidente da equipe da cidade de Samambaia, Neymar Frota, acabou se afastando da presidência da agremiação, alegando problemas pessoais.

Gama, Bolamense, Paranoá e Real FC também trocaram seus comandantes. No Gama, Carlos Alberto Dias deu lugar a Ricardo Antonio. No Bolamense saiu Marquinhos Carioca para a chegada de Luiz Henrique. No Real FC o técnico Evilásio de Almeida entrou em acordo com a diretoria do clube e voltou para sua função de auxiliar técnico. Quem chegou para treinar a equipe foi o técnico Suca, vindo do Sul do Brasil. No Paranoá, o técnico Élio Jr deixou o comando da cobra Sucuri e quem assumiu o cargo foi Luiz Carlos Souza.

O líder do Candangão, o Sobradinho Esporte Clube manteve o ex-atacante Vitor Santana como treinador. O Brasiliense, apesar da eliminação da Copa do Brasil, manteve Rafael Toledo como treinador, que acabou vencendo o clássico diante do Gama por 2 a 1. O Ceilândia continua sob o comando de Adelson de Almeida, ele que completou 230 jogos à frente do clube e tem mais de 9 anos como técnico do Gato Ceilândia. O Formosa manteve Lucas de Oliveira. O Paracatu continua comandado por Gauchinho. O Luziânia tem Jairo Araújo como seu treinador. O Santa Maria continua comandado por Carlos Spinoza.

Técnico Suca chegou ao Real FC (crédito da foto: site do Real)
Técnico Suca chegou ao Real FC (crédito da foto: site do Real)
O Candangão tem na sua liderança, o Sobradinho com 13 pontos ganhos. O vice-líder é o vice-líder com 9 pontos ganhos. Ceilândia, Real FC, Paracatu e Brasiliense tem 7 pontos ganhos. Bolamense e Formosa tem 6 pontos. Paranoá e Luziânia tem 4 pontos. Os dois últimos colocados são Santa Maria e Samambaia, ambos com um ponto ganho.

SEXTA RODADA TEM JOGO NESTA TERÇA DE CARNAVAL

A competição candanga em sua primeira fase tem continuidade em sua sexta rodada. Ceilândia x Brasiliense foi adiado, pois o jacaré brasiliense atua na quinta-feira, 20h30 no Mané Garrincha diante do Atlético/ES no jogo da volta da Copa Verde. O Formosa antecipou seu jogo para esta terça-feira de Carnaval, a partir das 17 horas frente ao Paracatu no estádio Diogão, em Formosa/GO.

OS JOGOS DA SEXTA RODADA DO CANDANGÃO:

Formosa x Paracatu na terça-feira, 17 horas no Diogão;

JOGOS DA QUINTA-FEIRA, DIA 15/2

Samambaia x Paranoá, 16 horas no Rorizão;Sobradinho x Real FC, 16 horas no Augustinho Lima;Bolamense x Luziânia, 16 horas no Serejão;Gama x Santa Maria, 20 horas no Bezerrão.
Ceilândia x Brasiliense foi adiado.

OS TREINADORES DO CANDANGÃO DE 2018:

BRASILIENSE: Rafael Toledo;
BOLAMENSE: Marquinhos Carioca saiu. Chegou Luiz Henrique;
CEILÂNDIA:
Adelson de Almeida;
FORMOSA:
Lucas de Oliveira;
GAMA:
Carlos Alberto Dias saiu e chegou Ricardo Antonio;
LUZIÂNIA:
Jairo Araújo;
PARANOÁ:
Élio Junior saiu e chegou Luiz Carlos Souza;
PARACATU:
Gauchinho;
REAL FC:
Evilásio de Almeida saiu e chegou Suca;
SAMAMBAIA:
Antonio Dumas, Fiúza e Marquinhos sairam;
SOBRADINHO:
Vitor Santana;
SANTA MARIA: Carlos Spinoza.

 
 
" />