Exclusivo: Treinador vice-campeão pernambucano acerta com clube brasiliense

Em 2020, Mauro Fernandes vai iniciar a quarta passagem da carreira pelo Jacaré

por Agência Futebol Interior

Brasília, DF, 02 (AFI) - Na tentativa de buscar recuperação no cenário esportivo nacional, o Brasiliense acertou a contratação de um velho conhecido da torcida: trata-se de Mauro Fernandes, cuja trajetória no futebol se coincide com a história candanga.

O grande momento do profissional de 66 anos - já com três passagens pelo clube, em 2004, 2009 e 2010 - foi justamente no primeiro trabalho pelo Jacaré, quando alcançou classificação na Série B do Campeonato Brasileiro.

Na fase final daquele ano, coube ao técnico Edinho comandar o time do Distrito Federal na conquista do título da segunda divisão, carimbando acesso à Série A de 2005.

Em 2020, o Brasiliense disputará o Candangão, Copa Verde, Copa do Brasil e a Série D do Campeonato Brasileiro.

MAIS SOBRE O COMANDANTE

Mauro Fernandes iniciou carreira no Auto Esporte-PB em 1984. Dois anos depois, foi contratado pelo Botafogo-PB.

Mauro Fernandes acerta com o Brasiliense para a temporada 2020
Mauro Fernandes acerta com o Brasiliense para a temporada 2020

Ali, começou sua trajetória vencedora. Foram três temporadas no comando do clube, se tornando bicampeão Estadual, o que começou a abrir portas para novos desafios. Em 1990, foi contratado pelo ABC-RN e obteve mais um título.

No ano seguinte, o comandante levou o título alagoano com o CSA-AL.Com passagem também pelo Sergipe-SE, foi bicampeão sergipano. Em 1996, acertou com o Goiás e foi bicampeão goiano. Do Goiás, rumou para o Sport, pelo qual sagrou-se tricampeão pernambucano. Logo depois, trabalhou no Coritiba e também no Botafogo.

O técnico ainda passou por clubes como Matonense-SP, Londrina-PR, Brasiliense-DF, Fortaleza-CE, Gama-DF, Bahia-BA, Vitória-BA, onde subiu na Série B, Santa Cruz-PE e Atlético Goianiense, pelo qual teve mais uma ascensão com a taça da Série C de 2008.

Fernandes também tem história no América Mineiro, clube em que teve a oportunidade de comandar por três oportunidades. Em Belo Horizonte, é adorado pelos torcedores por conta do acesso ao Brasileirão em 2010. Ao todo, acumula 18 títulos entre Estaduais e Brasileiros, além de seis acessos.

Nos dois últimos anos, o treinador vem realizando bons trabalhos. Em 2017, foi anunciado na Portuguesa, à época em disputa da Copa Paulista e tinha como objetivo o acesso à Série C, mas acabou saindo com bom retrospecto - quatro vitórias, um empate e duas derrotas, mas dentro do G4.

Em 2018, fez boa campanha no Central-PE, alcançando a final do Estadual diante do Náutico - no time de Caruaru, chegou à marca de sete jogos de invencibilidade num total de 14 participações.