São Luiz-RS 0 x 0 Pelotas-RS - Pouca criatividade e placar zerado no confronto gaúcho

Igualdade garante equipes no G4 do Grupo A8 do Campeonato Brasileiro da Série D ao fim da rodada

por Agência Futebol Interior

Ijuí, RS, 10 (AFI) - São Luiz-RS e Pelotas-RS ficaram no empate em 0 a 0 neste sábado, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro da Série D, no estádio 19 de Outubro. Com o resultado, os mandantes aparecem na terceira colocação do Grupo A8, com oito pontos, enquanto os visitantes aparecem em seguida, na quarta colocação, com sete pontos.

O JOGO

Em jogo muito estudado, a primeira chance aconteceu aos 18 minutos, à favor do São Luiz-RS. Após cobrança de escanteio, a bola foi desviada, o goleiro Renan Dida fez grande defesa e, no rebote, Paulinho Santos carimbou o travessão.

São Luiz-RS e Pelotas-RS ficaram no 0 a 0 pela Série D (Foto: Divulgação/São Luiz)
São Luiz-RS e Pelotas-RS ficaram no 0 a 0 pela Série D (Foto: Divulgação/São Luiz)

A primeira oportunidade do Pelotas foi aos 36', em cobrança de falta alçada na área que tomou a direção do gol, obrigado Rafael Roballo fazer boa intervenção.

O Pelotas voltou para o segundo tempo assustando, em cabeçada de Itaqui que passou por cima do travessão. As equipes criavam poucas chances e até chegavam, mas não levavam grande perigo aos goleiros.

COMPROMISSOS

Pela sexta rodada da Série D, o São Luiz-RS visita o Novorizontino-SP, na quarta-feira, às 19h30. O Pelotas-RS recebe o São Caetano-SP, no mesmo dia, mais cedo, às 15h.

Ficha Técnica

Fase
Primeira Fase
Rodada
5ª rodada
Data
10/10/2020
Horário
17h00
Local
19 de Outubro - Ijuí (RS)
Árbitro
Anderson da Silveira Farias (RS)

Assistentes
Mauricio Coelho Silva Penna (RS) e Leirson Peng Martins (RS)

Cartões Amarelos
São Luiz-RS: Rafael Jataí
Pelotas-RS: Marcão

São Luiz-RS
Rafael Roballo;
Itaqui (Geovane), Sílvio, Jadson e Gabriel Araújo; Rafael Jataí (Tássio), Paulinho Santos e Germano (Lucas Crispim); Juba (Matheus Lagoa), Índio (Eduardo) e Jhonatan Ribeiro.
Técnico: Antonio Picoli
Pelotas-RS
Renan;
Marcelo, Fábio Alemão (Felipe Chaves), Mateus Santana e Gabiga; Moisés, Ramires, Itaqui (Paulinho) e Vini Garcia (Daniel Costa); Juliano (Mateus Goiano) e Marcão (Bruninho)
Técnico: Ricardo Colbachini