Presidente revela possibilidade de time baiano não jogar a Série D

A informação foi confirmada pelo próprio presidente do Vitória da Conquista, Ederlane Amorim

por Agência Futebol Interior

Salvador, BA, 15 (AFI) - A pandemia do novo coronavírus pegou todo mundo de surpresa, ainda mais os 'times considerados pequenos' que lutam dia-a-dia para conseguir se manter de pé. Esse é o caso do Vitória da Conquista, que com o corte de algumas receitas de patrocinadores, já está analisando a possibilidade de não disputar a Série D do Campeonato Brasileiro. A informação foi confirmada pelo próprio presidente da equipe Ederlane Amorim.

"Dependendo do formato, se vai ser mantido, se não tiver apoio, porque financeiramente estamos numa situação muito, mas muito difícil mesmo, como nunca houve na nossa curta história. Vamos aguardar para ver de que maneira será feita, se a CBF também vai poder acatar algumas desistências sem que seja caracterizada abandono, já que o prazo era até o dia 18 de março, se não me engano, para desistir", disse o mandatário em entrevista ao jornal baiano, Bahia Notícias, e ainda continuou.

Presidente revela possibilidade de time baiano não jogar a Série D
Presidente revela possibilidade de time baiano não jogar a Série D
"Como não iniciou a competição no prazo previsto, talvez possa haver alguma mudança na legislação. Então, é aguardar para ver que posicionamento vamos tomar dependendo do momento que se divulgue esse reinício das atividades", completou.

Antes da pandemia, a Série D do Campeonato Brasileiro estava marcada para começar no dia 02 de maio. O Vitória da Conquista estaria no Grupo A4, ao lado de ABC, Central-PE, Coruripe-AL, Frei Paulistano-SE, Itabaiana-SE, Jaciobá-AL e Potiguar-RN.