Em meio a indefinição e por CT, Vilhenense desiste da Série D; Real Ariquemes entra

O presidente do clube, Waldir Kurtz, confirmou a informação a mídia local; Leão do Norte usará dinheiro para construir CT

por Agência Futebol Interior

Vilhena, RO, 27 (AFI) - O Coronavírus fez mais uma vítima no Brasil. Dessa vez, um clube de futebol. Em meio às paralisações provocadas pela pandemia e a incerteza, o Vilhenense resolveu abdicar da disputa da Série D de 2020. A informação foi confirmada na noite dessa sexta-feira (27), pelo presidente Waldir Kurtz, em entrevsta à mídia local.

CUSTO ALTO

Segundo o presidente do Leão do Norte, a desistência se dá por dois motivos principais. O primeiro, a paralisação indefinida dos campeonatos do Brasil em virtude da pandemia do novo coronavírus (COVID-19). E, em consequência disso, o alto custo para manter o elenco e disputar a competição. Com o dinheiro economizado, ele planeja construir um CT.

"Não dá para disputar com essa incerteza. O custo para manter o elenco parado é muito alto. São meses a mais de salário. Vou aproveitar o dinheiro o qual seria gasto na competição para construir um Centro de Treinamento. O CT é um objetivo presente em minha mente já há algum tempo. Farei o possível para iniciar a construção dele ainda esse ano.", afirmou Waldir.

Presidente do Vilhenense, Waldir Kurtz confirmou à repórteres locais a desistência da Série D (Foto: Reprovdução / Vilhenense) - Reprovdução / Vilhenense
Presidente do Vilhenense, Waldir Kurtz confirmou à repórteres locais a desistência da Série D (Foto: Reprovdução / Vilhenense)

NA MESA DA FEDERAÇÃO

Além disso, o presidente confirmou o envio de um documento à FFER confirmando a desistência. Agora, uma consulta será feita à CBF antes do envio final para confirmar à desistência. O Vilhenense deseja saber se haverá ou não punições impostas por abdicar da vaga. Caso não haja punição aos rondonienses, a desistência será protocolada e oficializada.

COMO FICA

Com a saída do clube do Cone Sul, dois clubes são diretamente beneficiados. Vice-campeão do Campeonato Rondoniense em 2019, o Ji-Paraná entra direto na fase de grupos da quarta divisão. Assim, escapa da necessidade de disputar um mata-mata pela vaga.

O outro beneficiado é o Real Ariquemes. Terceiro colocado no estadual 2019, o Furacão do Vale herda a vaga na Pré-Série D. Nela, o Tricolor de Ariquemes disputará uma vaga no Grupo A1 com o Nacional-AM.