Série D: Ofensas à arbitragem marcam jogos de volta da segunda fase

Juízes usaram a súmula para relatar o que ouviram nas partidas que confirmaram os últimos 16 sobreviventes

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 24 (AFI) - Os 16 classificados às oitavas de final do Campeonato Brasileiro da Série D foram confirmados neste domingo, quando os últimos 13 jogos da rodada de volta da segunda fase foram disputados. O Portal Futebol Interior analisou as súmulas das partidas e percebeu: os times eliminados reclamaram bastante das arbitragens.

Organizada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), a competição tem cobertura completa pelo Portal Futebol Interior. Os jogos podem ser acompanhados online pelo PLACAR AO VIVO e também pelo aplicativo. O App Placar FI está disponível tanto no Google Play como na App Store.

CONFIRA COBERTURA COMPLETA DO CAMPEONATO BRASILEIRO DA SÉRIE D!

CLIMA PESADO
As maiores contestações vieram da Caldense, que pediu pênalti em lance no primeiro tempo. A equipe mineira recebeu o Ituano, no Ronaldão, em Poços de Caldas (MG), mas acabou derrotada por 2 a 0 e deu adeus à disputa. De acordo com o árbitro catarinense William Machado Steffe, o gerente de futebol da casa, Serginho Maracanã, que precisou ser contido pelo policiamento, teria dito:

Ituano-SP eliminou a Caldense-MG - Foto: Wagner Sidney / Agência #41 / Divulgação / Ituano FC
Ituano-SP eliminou a Caldense-MG - Foto: Wagner Sidney / Agência #41 / Divulgação / Ituano FC
"Foi pênalti, foi pênalti, seu safado, ladrão, vieram aqui roubar a Caldense".

O preparador físico mineiro, Felipe Pezzo Fernande, também foi expulso ao final do duelo após falar para o trio:

"Bando de mala, ruim, vocês são muito fracos".

NERVOSISMO NO FIM
O Atlético Cearense-CE precisava vencer o Bragantino-PA por 3 a 0 para levar a disputa para os pênaltis.

Aos 44 minutos do segundo tempo, quando ganhava por 2 a 0, o goleiro André Zuba foi expulso após se dirigir ao assistente gaúcho José Eduardo Calsa:

"Por que tu não deu falta, seu filho da p***? E sempre contra nós seu pau no c*".

Nos minutos finais, a equipe paraense diminuiu para 2 a 1 e se garantiu na próxima fase.

TREINADOR FOI MAIS CEDO PARA OS VESTIÁRIOS
Itabaiana-SE e ASA-AL protagonizaram um dos mais eletrizantes confronto da segunda fase. Na ida, os alagoanos fizeram o dever de casa e venceram por 2 a 0. Na volta, os sergipanos abriram 2 a 0 com 26 do primeiro tempo. Dois minutos depois, o técnico do time arapiraquense, Nedo Xavier, foi expulso ao ofender o assistente mineiro Luiz Antonio Barbosa:

Itabaiana-SE eliminou o ASA-AL - Foto: Divulgação / AO Itabaiana
Itabaiana-SE eliminou o ASA-AL - Foto: Divulgação / AO Itabaiana
"Você é um ladrão, seu safado! Você tá roubando a gente, seu ladrão".

No final das contas, o Tremendão avançou com a vitória por 4 a 1 e 4 a 3 no placar agregado.

DOIS CASOS NA MESMA PARTIDA
O último caso relato em súmula aconteceu no duelo entre Patrocinense-MG e Juazeirense-BA. O árbitro sul-mato-grossense Paulo Henrique Schleich Vollkopf alegou que precisou expulsar dois componentes dos mineiros.

O primeiro deles foi o diretor Estefano Caetano, que, no intervalo, se dirigiu ao trio gritando:

"Vergonha, é uma vergonha! Você é vagabundo, você veio aqui só para roubar a gente, ladrão".

O segundo foi o preparador de goleiros, Alexandre Narbal de Souza, que, durante o segundo tempo, teria dito:

"De novo contra nós, vai tomar no seu c*, caralho".

O clube mineiro conseguiu devolver o 1 a 0, mas acabou perdendo para o time baiano por 5 a 4 nos pênaltis.