Sem papas na língua, Aderbal Lana critica federações estaduais

Treinador é adversário político de Dissica Valério, presidente da Federação Amazonense de Futebol

por Manoel Façanha

Manaus, AM, 14 (AFI) - Sempre muito autêntico nas suas declarações, o técnico Aderbal Lana, hoje dirigindo a equipe do Fast Club-AM, justificou o fraco futebol apresentado pela sua equipe, assim como pela do Rio Branco, ocorrido domingo na Arena da Floresta, as administrações das federações futebolísticas do norte do país. Segundo Lana, o fato desses dirigentes estarem há 30 ou mais anos no poder está refletindo no nível técnico do nosso futebol.

“O momento difícil vivido pelo Rio Branco não é diferente da realidade do dia a dia do Fast. Os clubes brasileiros, principalmente do Norte do país, estão jogados às traças. Federações com 30 anos de mesmo governo nada melhora, nada é feito para mudar e isso faz agente pagar um preço muito alto, tanto que o reflexo disso tudo pôde ser visto no fraco futebol apresentado neste domingo na Arena da Floresta”, dispara Aderbal Lana.

Futebol acreano de jejum
O futebol acreano vive um jejum de vitórias na temporada futebolística nacional. Os dois clubes participantes na disputa da Série D: Rio Branco e Galvez estiveram em campo, cada um duas vezes, totalizando quatro jogos e apenas um ponto (três derrotas e um empate), uma condição que deixa os dois clubes em situação delicadíssima na tabela.

Aderbal Lana é adversário político de Dissica Valério, presidente da FAF. (Foto: Manoel Façanha)
Aderbal Lana é adversário político de Dissica Valério, presidente da FAF. (Foto: Manoel Façanha)
Já na disputa da Série C, o Galo Carijó jogou duas vezes, somando dois pontos, com dois empates e uma derrota. O ponto conquistado fora de casa no domingo contra o Boa Esporte-MG motivou a equipe celeste para o compromisso do próximo domingo (19) contra o São José-RS.

Congresso-técnico
O congresso técnico da Copinha Arasuper de Futsal Sub-13 ocorre nesta terça-feira (14), às 18h, no CT do Edson, localizado na Assincra. O coordenador da competição, desportista Auzemir Martins, explicou que 12 equipes estão credenciadas no torneio com data para iniciar no próximo dia 25, no ginásio do Sesi.

Auzemir Martins confirmou ainda uma premiação de R$ 700 para o campeão. O segundo colocado receberá de bonificação R$ 300,00. Os finalistas ainda recebem troféus e medalhas.

Veja os participantes: Rio Branco, Escolinha do Metal A, Colégio Ame, Xavier Maia, Flamenguinho, Bola 15, CT do Edson, Bujari, Primeira Camisa, Escolinha do Metal B, Amigos Solidários.

AS CURTINHAS
Sem vencer nas duas primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro da Série D, as equipes acreanas estão em situação delicada na tabela de classificação.

Com um jogo em casa e outro fora, o Rio Branco soma um ponto e o Galvez ainda não pontuou.

Se não vencerem neste final de semana uma classificação à próxima fase da competição ficará ameaçadíssima.

O Estrelão recebe o São Raimundo/AM e o Galvez joga fora de casa contra o também desesperado Santos-AP.