Série D: Treze de Flávio Araújo já conseguiu o placar que precisa para ser campeão

Galo da Borborema precisará vencer o Ferroviário por três ou mais gols de diferença na final deste sábado

por Agência Futebol Interior

Campina Grande, PB, 03 (AFI) - O Treze tem uma missão bem complicada para buscar o inédito título da Série D do Campeonato Brasileiro. Derrotado no jogo de ida pelo Ferroviário, por 3 a 0, o Galo precisará de uma vitória, neste sábado, às 18h30, no Estádio Amigão, em Campina Grande, por três gols de diferença para levar para os pênaltis ou por quatro ou mais tentos de diferença para dar a volta olímpica no tempo normal. A boa notícia é que o time do técnico Flávio Araújo já conseguiu o placar necessário nesta mesma edição da Série D.

No final de abril, o Treze, também ao lado da sua torcida, goleou o alagoano Santa Rita, por 4 a 0. Este placar daria o título aos paraibanos. Um mês depois, o Treze foi além e enfiou 5 a 0 no mesmo Santa Rita em Boca da Mata. Mais um resultado que garantiria a conquista ao Galo. E não é só isso. Em sua história, o Treze possui duas viradas emblemáticas.

A primeira ocasião aconteceu na Copa do Brasil de 2005, quando perdeu a primeira partida por 3 a 0 na casa do seu adversário e reverteu o placar com um 5 a 0. E em outra oportunidade, pelas semifinais do Paraibano 2011, quando o Botafogo-PB marcou 4 a 0 no jogo de ida e o Galo conseguiu avançar na competição, repetindo o mesmo placar.

“Nosso adversário fez uma grande partida, nós, um péssimo jogo. Falhamos principalmente no segundo tempo quando tivemos oportunidade de fazer gol e não fizemos. Acabamos levando dois gols que deram uma grande vantagem para o Ferroviário, mas, com todo respeito ao nosso adversário, nós vamos em busca de uma grande vitória e buscar reverter essa vantagem”, disse Flávio Araújo.

Desfalques!

O técnico Flávio Araújo terá cinco desfalques no elenco: Beleu, que está lesionado, Maxuell Samurai, que passou por cirurgias no joelho, Ítalo e Ceará, suspensos pelo terceiro cartão amarelo, e Silva, expulso na partida de ida.

Zé Carlos, lateral-esquerdo que substituiu Silva nas demais oportunidades, deverá ser a opção do técnico Flávio Araújo. Para a vaga de Ítalo, a escolha do treinador segue incerta. Brumati é uma opção para a função. Como Samurai já não atuou no jogo de ida da final, não há mistério para sua função. Leandro Love deverá seguir no time principal. Para o lugar deixado por Ceará, no entanto, Flávio Araújo terá três opções, os atacantes Julio Barboza, Hugo Freitas e Watson.

“Teremos alguns desfalques importantes, mas confio no elenco que tenho e sei que cada um vai dar o melhor de si para que possamos realizar um grande jogo e consequentemente uma vitória que nos de esse titulo”, disse treinador.

 
 
" />