Série D: Rodrigo Fonseca, do Vitória da Conquista, é sondado pelo Sinop

Sinop perdeu Paulo Foiani e ainda não encontrou um substituto para a reta final da Série D

por Agência Futebol Interior

Sinop, MT, 14 (AFI) - O Sinop perdeu o técnico Paulo Foiani e ainda não achou um substituto para as últimas rodadas da Série D do Campeonato Brasileiro. A diretoria até chegou a anunciar a contratação de Rogério Mancini, mas ele deu para trás. Agora, o clube mato-grossense foca suas forças no jovem Rodrigo Fonseca (foto), hoje, no comando do Vitória da Conquista.

O clube baiano foi derrotado pelo Santa Rita no último fim de semana, mas segue na luta pela classificação no Grupo A9. O Vitória da Conquista ocupa a terceira colocação com quatro pontos, três a menos do que o Itabaiana e quatro a menos do que o líder Treze. Na primeira fase, os 17 líderes e os 15 melhores segundos colocados avançam de fase.

O Sinop, por sua vez, foi derrotado pela Aparecidense em casa e caiu para a vice-liderança. O clube mato-grossense tem os mesmos sete pontos dos goianos, mas perdem no saldo de gols (2 a 1). O Sinop voltará a campo pelo Grupo A11 no próximo domingo, às 17 horas, no Estádio Morenão, em Campo Grande, para encarar o Novoperário pela quinta e penúltima rodada.

MAIS DE FONSECA

Com apenas 45 anos, Rodrigo Fonseca já é bem rodado no futebol brasileiro. Além de dirigir clubes paulistas, comandou também o Itabaiana-SE, no Estadual e Copa do Brasil, passou pelo Confiança-SE, onde foi vice-campeão da Copa Serbá e, trabalhou no Itabuna-BA, levando o clube à semifinal do estadual. Tem passagem em Minas Gerais no comando do Mamoré.

Já no estado de São Paulo, passou pelo Guariba, Sertãozinho, onde chegou à semifinal da Copa Federação, no Jaboticabal, onde vice-campeão da Copa Federação, campeão da Liga Araraquara e vice-campeão dos Jogos Regionais.

COMEÇOU NA BASE
Nas categorias de base passou pelo Botafogo, onde foi campeão dos Jogos Regionais, campeão dos Jogos Abertos, vice-campeão Copa São Paulo, além de ter garantido vaga nas quartas de final do Campeonato Paulista Sub-20.

Fonseca também realizou grande trabalho durante um ano e três meses nas categoria de base do Cruzeiro e, por lá foi campeão estadual após quatro anos de jejum, conquistou também a Copa União Sub-16 e fez uma grande campanha na Copa do Brasil Sub-17.

Além das conquistas, o técnico levou dois atletas do Cruzeiro para Seleção Brasileira Sub-17, o lateral direito Vitor e o meia- esquerda Césinha, que era desprezado no clube, mas teve total apoio do treinador que recuperou o jogador.